sicnot

Perfil

Mundo

Grupo bacteriano encontrado no oceano poderá ajudar a regular clima

Uma equipa de cientistas britânicos descobriu no oceano um grupo bacteriano que poderá desempenhar um papel importante na regulação do clima da Terra, segundo divulgou hoje a revista especializada Nature Microbiology.

© John Schults / Reuters

O estudo desenvolvido pelos especialistas descobriu que o grupo 'Pelagibacterales', que está incluído entre os organismos mais abundantes no planeta, desempenha um papel importante no processo de estabilização da atmosfera terrestre.

Este grupo, formado até meio milhão de células microbiais, está presente em gotículas de água do mar, equivalentes em tamanho a uma pequena colher.

Ben Temperton, professor do Departamento de Biociência da Universidade de Exeter (Inglaterra), foi um dos elementos da equipa de investigadores que, pela primeira vez, identificou o grupo 'Pelagibacterales' como a origem provável da produção do composto químico sulfureto de dimetilo (DMS).

O DMS estimula a formação das nuvens e é uma substância fundamental na chamada "hipótese de Claw", segundo a qual alguns organismos do fitoplâncton marinho (constituído por seres fotossintéticos de pequenas dimensões, como certas bactérias e algas microscópicas e filamentosas) contribuem para a formação do sulfureto de dimetilo, que posteriormente vai regular a formação das nuvens.

Através de vários processos químicos, o DMS aumenta as micro- gotículas de água, formadas por condensação do vapor de água, que, por sua vez, reduzem a quantidade de luz solar projetada sobre a superfície oceânica.

Estes últimos resultados científicos revelam a importância do grupo 'Pelagibacterales' neste processo e abrem o caminho para novas investigações.

"Este trabalho mostra que o grupo 'Pelagibacterales' constitui um composto importante na estabilidade climática. Se vamos melhorar os modelos de como o DMS tem impacto no clima, precisamos de considerar este organismo como um dos principais contribuintes", afirmou Ben Temperton.

O investigador britânico destacou ainda que o estudo mostrou um resultado "fascinante", ou seja, "a elegância e a simplicidade da produção de DMS no grupo 'Pelagibacterales'".

Lusa

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23

    Mundo

    Cerca de 1.4 milhões de crianças estão em risco iminente de morrer à fome. Deste modo, a UNICEF faz um apelo urgente de cerca de 230 milhões de euros para levar nos próximos meses comida, água e serviços médicos a estas crianças. As imagens desta reportagem podem impressionar os espectadores mais sensíveis.

  • Vídeo amador mostra destruição na Síria
    1:04

    Mundo

    A guerra na Síria continua a fazer vítimas mortais. Um vídeo amador divulgado esta segunda-feira mostra o estado de uma localidade a este de Damasco, depois de um ataque aéreo no fim-de-semana. No ataque, 16 pessoas morreram e há várias dezenas de feridos.

  • Partidos querem eleições a 1 de outubro
    1:35
  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32
  • Homem que esfaqueou mulher em Esmoriz é acusado de homicídio qualificado
    1:24

    País

    O homem que no sábado esfaqueou a mulher em Esmoriz está acusado de homicídio qualificado. O arguido de 50 anos foi ouvido esta segunda-feira pelo juiz de instrução e ficou em prisão preventiva, uma medida fundamentada pelo perigo de fuga e de alarme. O homem remeteu-se ao silêncio durante o interrogatório, no Tribunal de Aveiro.

  • Homem condenado a oito anos e meio por abuso sexual da mãe
    1:10

    País

    O Tribunal de Coimbra condenou esta segunda-feira um homem de 53 anos a oito anos e meio de prisão por abuso sexual da mãe e ainda por crimes de roubo e coação. A mãe, de 70 anos, sofria de problemas nervosos e consumia bebidas alcoólicas com frequência, tendo sido vítima de abuso sexual por parte do filho enquanto dormia. Os crimes cometidos remetem para o início de 2016, depois do homem já ter cumprido outras penas de prisão em Espanha.

  • Jovem de 21 anos morre colhida por comboio na linha da Beira Baixa
    0:43

    País

    Uma jovem de 21 anos morreu esta segunda-feira ao ser atropelada pelo comboio Intercidades à saída da estação de Castelo Branco, na linha da Beira Baixa. A vítima foi colhida pelo comboio que seguia no sentido Lisboa-Covilhã ao atravessar a linha de caminho de ferro. Este é um local onde não existe passagem de nível, mas habitualmente muitas pessoas arriscam fazer a travessia da linha.

  • Banco do Metro com pénis gera polémica no México

    Mundo

    Um banco em formato de homem com o pénis exposto, numa das carruagens de Metro da Cidade do México, está a gerar polémica. A iniciativa integra uma campanha contra o assédio sexual de que as mulheres são vítima no país.