sicnot

Perfil

Mundo

Campos de exploração petrolífera no Canadá evacuados devido a incêndios

Quatro campos de exploração petrolífera no norte da cidade canadiana de Fort McMurrey foram evacuados por causa da rápida progressão do incêndio que lavra naquela região, informaram as autoridades.

reuters

Centenas de trabalhadores em campos de exploração de areias betuminosas, a norte de Fort McMurray, no noroeste do Canadá, foram retirados do local e milhares de operários estão em alerta depois de vento intenso e altas temperaturas terem, na segunda-feira, ajudado ao avanço rápido das chamas.

Na segunda-feira à noite, as autoridades da província de Alberta anunciaram que os trabalhadores de "quatro dos cinco campos localizados na Aostra Road tiveram ordem de retirada obrigatória".

Se o fogo continuar a prosseguir na mesma direção, podem chegar a ser retirados quatro a cinco mil trabalhadores.

O incêndio florestal está a menos de 20 quilómetros das instalações das companhias de produção de petróleo.

Nas últimas 24 horas, foram registados quatro novos incêndios na região, sendo agora 15 os fogos ativos na província de Alberta. Três deles estão fora de controlo, segundo as autoridades.

No terreno, a combater as chamas, estão perto de dois mil bombeiros, 161 helicópteros, 29 aviões e 377 máquinas pesadas.

O incêndio florestal em Fort McMurray já consumiu 285 mil hectares.

Naquele que é considerado já o maior desastre natural da história canadiana, a reconstrução da cidade deverá ter um custo de nove mil milhões de dólares canadianos (seis mil milhões de euros).

A província de Alberta continua sob o "risco extremo de incêndio"

  • "Não vou ceder, não vou render-me, não vou desistir da candidatura"
    2:02
  • Obama, Presidente francês?
    1:55

    Mundo

    A resposta é óbvia, mas não demoveu quatro franceses, descontentes com os candidatos às Presidenciais no seu país. A ideia começou como brincadeira, mas já recolheu 43 mil assinaturas. 

  • Trump apanhado a ensaiar no carro
    1:08
  • Mulheres democratas de branco para mostrar que não abdicam dos diretos conquistados

    Mundo

    Uma "mancha branca" sobressaiu esta terça-feira no Congresso norte-americano, durante o primeiro discurso de Donald Trump. A maioria das 66 mulheres representantes e delegadas do Partido Democrata vestiram-se de branco, num ato simbólico a fazer recordar o movimento sufragista feminino, que encorajava as apoiantes a vestirem-se de branco. Tal como então, a cor da pureza foi agora recuperada, desta feita para mostrar a Trump que as mulheres não abdicam dos direitos conquistados no início do século XX.

  • Treinador do "The Biggest Loser" teve ataque cardíaco

    Mundo

    Foi o próprio Bob Harper que partilhou a notícia no seu Instagram. O ex-treinador do famoso programa de televisão sofreu um ataque cardíaco enquanto treinava no ginásio. Esteve oito dias internado mas, felizmente, já está em casa a recuperar.

  • Prisões recebem manual para lidar com fugas
    2:07

    País

    O Governo vai fazer o maior investimento de sempre nos serviços prisionais. São 2.600 milhões de euros para reforçar a segurança nas prisões. Entretanto. já foi distribuído um manual de procedimentos em caso de fuga.