sicnot

Perfil

Mundo

Cogumelos mágicos para tratar a depressão

Cogumelos alucinogénios foram utilizados em doentes com depressão major com bons resultados. Os cientistas deixam no entanto o alerta para que doentes com depressão não utilizem cogumelos mágicos sozinhos, fora do controlo médico.

PETER DEJONG / AP

A substância ativa nos cogumelos - a psilocibina - poderá ser uma resposta para quem sofre de depressão, é a esperança de cientistas britânicos que conduziram uma experiência com 12 voluntários.

Esta investigação, que envolveu vários anos e muito dinheiro dadas as restrições de utilização desta droga de classe 1 no Reino Unido, descobriu que duas doses de psilocibina foram suficientes para que os 12 voluntários não se sentissem depressivos durante três semanas e os efeitos perduram até três meses em cinco dos doentes.

Dado que a experiência foi restrita e não houve um grupo de controlo a quem fosse dado um placebo, o estudo financiado pelo Medical Research Council e publicado na revista Lancet Psychiatry, é ainda considerado meramente indicativo.

Os cientistas do Imperial College London esperam, no entanto, que os resultados apresentados possam encorajar outros investidores de forma a ser feita uma experiência completa.

Os cientistas alertam para que doentes com depressão não utilizem cogumelos mágicos sozinhos, sem controlo médico.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.