sicnot

Perfil

Mundo

Destituição de Dilma Rousseff chegou ao Festival de Cannes

galeria de fotos

"Parem o golpe de Estado": a equipa do único filme brasileiro em competição em Cannes quis chamar a atenção para o momento político que se vive no Brasil.

Realizador Kleber Mendonça Filho (dir.), atores Maeve Jinkings (terceira à esq.) e Sónia Braga (centro), produtora Emilie Lesclaux (segunda à direita)

Realizador Kleber Mendonça Filho (dir.), atores Maeve Jinkings (terceira à esq.) e Sónia Braga (centro), produtora Emilie Lesclaux (segunda à direita)

© Yves Herman / Reuters

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

© Yves Herman / Reuters

© Jean-Paul Pelissier / Reuters

"O Brasil já não é uma democracia", "Nós resistiremos" e "54.501.118 votos incendiados" são alguns dos slogans que a equipa de "Aquarius" de Kleber Mendonça Filho exibiu na escadaria do Palácio dos Festivais.

O 13º filme em competição foi hoje exibido. É uma crónica sobre a atual sociedade brasileira e conta com Sónia Braga entre os atores.

A Presidente Dilma Rousseff foi destituída do cargo a 12 de maio num processo controverso. Vai a julgamento por suspeitas de irregularidades orçamentais com despesas não autorizadas.

Enquanto decorre o julgamento, que não poderá exceder um período de 180 dias, Michel Temer, até agora vice-presidente, assumiu os destinos do país.

  • "Sem crime, este impeachment vira um golpe"
    11:50

    País

    O ator e humorista brasileiro Gregório Duvivier esteve esta manhã na SIC Notícias, a comentar os destaques da imprensa. A vitória do Benfica não escapou à análise de Duvivier que, naturalmente, se alongou na análise de títulos referentes à atualidade do seu país. O fundador, ator e autor do grupo "Porta dos Fundos", voltou a criticar o processo de destituição da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, e a tomada de posse de Michel Temer. "Sem crime, este impeachment vira um golpe", disse Duvivier. "Torço para que a vida deste novo governo neoliberal seja um inferno", sublinhou o humorista.

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.