sicnot

Perfil

Mundo

Guardas e deputados da oposição em confrontos no Parlamento da África do Sul

Guardas e deputados da oposição em confrontos no Parlamento da África do Sul

O Parlamento da África do Sul foi hoje palco de uma sessão de pugilato, quando elementos da segurança tentaram retirar do hemiciclo deputados da oposição envolvidos num protesto, num incidente que revela o crescimento das tensões políticas sob a presidência de Jacob Zuma. Cerca de 20 membros do partido Economic Freedom Fighters (EFF) foram empurrados das respetivas cadeiras por guardas fardados depois de terem impedido que Zuma falasse e de terem gritado furiosamente com o presidente do Parlamento, Baleka Mbete.

Com Jacob Zuma a assistir impavidamente, os deputados do EFF - vestidos com os fatos-macaco vermelhos típicos do movimento - lutaram na tentativa de permanecer na câmara, antes de serem retirados da sala por uma porta lateral.

O incidente foi o último de uma série de confrontos no Parlamento sul-africano, à medida que aumenta a pressão sobre Zuma para que se demita ou que seja destituído do cargo de Presidente da África do Sul pelo Congresso Nacional Africano, o partido no poder.

  • Um pedido de desculpas aos portugueses e um ultimato ao Governo
    3:21
  • Vouzela tenta regressar à normalidade, 8 pessoas morreram no concelho
    2:28

    País

    No concelho de Vouzela, a população começa a voltar à normalidade. Aos poucos a luz e a água estão a voltar e as pessoas começam a ganhar forças para reconstruir aquilo que lhes foi tirado pelos fogos. No entanto, as feridas demoram a sarar e não será fácil esquecer que 80 a 90 por cento deste concelho foi destruído pelos incêndios e oito pessoas morreram.

  • Material de guerra de Tancos encontrado, faltam munições
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • Madrid admite suspender autonomia da Catalunha
    1:51
  • Alemanha já tem uma versão de Donald Trump... em cera
    1:08