sicnot

Perfil

Mundo

Guardas e deputados da oposição em confrontos no Parlamento da África do Sul

Guardas e deputados da oposição em confrontos no Parlamento da África do Sul

O Parlamento da África do Sul foi hoje palco de uma sessão de pugilato, quando elementos da segurança tentaram retirar do hemiciclo deputados da oposição envolvidos num protesto, num incidente que revela o crescimento das tensões políticas sob a presidência de Jacob Zuma. Cerca de 20 membros do partido Economic Freedom Fighters (EFF) foram empurrados das respetivas cadeiras por guardas fardados depois de terem impedido que Zuma falasse e de terem gritado furiosamente com o presidente do Parlamento, Baleka Mbete.

Com Jacob Zuma a assistir impavidamente, os deputados do EFF - vestidos com os fatos-macaco vermelhos típicos do movimento - lutaram na tentativa de permanecer na câmara, antes de serem retirados da sala por uma porta lateral.

O incidente foi o último de uma série de confrontos no Parlamento sul-africano, à medida que aumenta a pressão sobre Zuma para que se demita ou que seja destituído do cargo de Presidente da África do Sul pelo Congresso Nacional Africano, o partido no poder.

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.