sicnot

Perfil

Mundo

Oposição venezuelana pede ao exército para escolher entre constituição e Maduro

Um dos principais líderes da oposição venezuelana pediu hoje ao exército do país para escolher entre a constituição e o presidente Nicolas Maduro, depois de o Governo ter reforçado os seus poderes sobre a segurança.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

"Digo às forças armadas que a hora da verdade chegou. Têm que decidir se estão com a constituição ou com Maduro", disse Henrique Capriles, em conferência de imprensa.

"Esta é uma decisão para os militares", adiantou.

As declarações do principal líder da oposição surgem após, na segunda-feira, o Governo venezuelano ter oficializado o "estado de exceção e de emergência económica" em todo o país, por um período de 60 dias.

Com este decreto, o governo da Venezuela aumentou os seus poderes sobre a segurança, distribuição de alimentos e energia.

A oposição realiza na quarta-feira várias marchas para exigir um referendo que derrube Nicolas Maduro, que está no poder desde que morreu o ex-presidente Hugo Chavez.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.