sicnot

Perfil

Mundo

Parque Nacional sacrifica cria de bisonte após ser salva do frio por turistas

As intenções eram boas, mas o resultado não podia ser pior para uma cria de bisonte. Dois turistas, pai e filho passeavam pelo Parque Yellowstone viram o animal a tremer. Pensaram que o bisonte estaria com frio e em perigo e que, por isso, deveria ser resgatado. Resultado: a cria foi rejeitada pela mãe e pela manada. Porque a sua vida estava em risco, as autoridades do Parque Nacional de Yellowstone decidiram sacrificá-la.


As autoridades do Parque Nacional de Yellowstone foram forçadas a por termo à curta vida de uma cria de bisonte americano por causa de dois turistas.
Pai e filho viram o animal a tremer e pensaram que estaria com frio e em perigo e transportaram-no, de carro, até aos escritórios do parque.

Os funcionários tentaram várias vezes juntar o filhote à manada, mas em vão. Como se não bastasse estava sempre a aproximar-se dos visitantes, dos automóveis e da estrada.
A cria de bisonte americano teve então de ser sacrificada porque foi abandonado pelo grupo, de acordo com o Serviço Nacional de Parques dos EUA.

Além de ser perigoso, as autoridades avisam que é ilegal os visitantes aproximarem-se ou alimentarem os animais do parque. "Yellowstone não é um zoológico. Administramos um ecossistema" afirmou Charissa Reid, porta-voz do Yellowstone.
As regras obrigam a manter a uma distância de 20 metros dos bisontes. Estes turistas foram multados em cerca de 100 euros.

Yellowstone é um dos parques mais visitados dos EUA. Atravessa os Estados do Wyoming, Montana e Idaho. Vivem por lá quase 5.000 bisontes.
Juntamente com a águia careca, o bisonte é, desde a semana passada, um símbolo dos Estados Unidos.

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Divorciados vão poder dividir filhos no IRS 

    Economia

    Os divorciados vão passar a poder dividir os filhos no IRS (imposto sobre o rendimento singular) e o Governo está a estudar soluções para que em 2018 haja um novo sistema para lidar com a guarda conjunta de filhos.

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Ataques aéreos dos EUA em Mossul podem ter causado a morte de 200 civis
    1:22
  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Quando o cancro chega por mero acaso
    1:55

    Mundo

    Cerca de dois terços das mutações que ocorrem nas células cancerígenas devem-se ao acaso, segundo um estudo da Universidade Johns Hopkins, nos Estados Unidos. Em Portugal, o Diretor do Programa Nacional Doenças Oncológicas alerta para a importância de um diagnóstico precoce e um estilo de vida saudável como forma de reduzir a fatalidade.