sicnot

Perfil

Mundo

Consegue descobrir o que está a mais nesta parede?

Consegue ver o que está escondido na imagem da parede? A imagem foi publicada por Arron Bevin no Facebook, que a descreveu como uma das "melhores ilusões óticas" que já viu.

Arron Bevin

A imagem acabou por tornar-se viral na rede social, com mais de 25 mil partilhas e 60 mil comentários de pessoas que tentam descobrir o que está errado com a parede.

Arron acrescenta ainda "se virem, não estraguem tudo para os outros".

A "ilusão ótica" já chegou a vários meios de comunicação social, como o Telegraph, Metro e The Sun.

Há quem pense que seja apenas uma parede de tijolos, outros não conseguem ver aquilo que está mesmo à frente dos seus olhos.

Há quem demore cinco minutos, como Arron Bevin, ou 20 minutos como uma das milhares de pessoas que comentaram a publicação.

Na verdade, a parede esconde nada mais nada menos do que um charuto, na parte superior direita da imagem.

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.