sicnot

Perfil

Mundo

Sismos no Equador provocaram um morto e 85 feridos ligeiros

Os dois sismos que hoje se registaram no Equador provocaram um morto e 85 feridos ligeiros, anunciou o presidente do país, Rafael Correa.

© Guillermo Granja / Reuters

"Temos a lamentar a morte de um adulto em Tosagua", cidade a 200 quilómetros de Quito, disse o presidente do Equador, em conferência de imprensa, adiantando que os dois sismos provocaram também 85 feridos ligeiros.

Um sismo de magnitude 7,2 na escala de Richter atingiu hoje o Equador, horas depois de outro abalo, de magnitude 6,8.

Estes abalos ocorrem um mês depois do forte terramoto de 7,8 que causou, a 16 de abril, a morte de cerca de 700 pessoas.

Lusa

  • Sismo de magnitude 7,2 atinge o Equador

    Mundo

    Um sismo de magnitude 7,2 na escala de Richter atingiu hoje o Equador, horas depois de outro abalo, de magnitude 6,8, que fez seis feridos ligeiros, divulgou o Instituto de Geofísica do Equador.

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06