sicnot

Perfil

Mundo

Primeiro-ministro do Canadá acusado de agressões físicas a deputados no Parlamento

O primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau (liberal), foi na quarta-feira acusado pela oposição de dar empurrões e cotoveladas em deputados em pleno Parlamento, tendo mesmo acabado por se desculpar.

© Chris Wattie / Reuters

Justin Trudeau foi acusado de empurrar os deputados da oposição que se encontravam de pé na Câmara dos Comuns, antes da votação do projeto de lei sobre a morte assistida para doentes terminais.

Após alguma discussão entre deputados do Partido Conservador (PC, direita) e do Partido dos Novos Democratas (NDP, esquerda), Trudeau foi tentar acalmar os ânimos, empurrando-os para desimpedirem o corredor e se sentassem, para que se pudesse efetuar a votação.

Ao empurrar o deputado conservador Gord Brown, o primeiro-ministro do Canadá atingiu com o braço, alegadamente, o peito da deputada do NDP Ruth-Ellen Brosseau, o que gerou uma intensa discussão entre Trudeau e o líder do NDP, Thomas Mulcair.

Momentos depois, Justin Trudeau pediu desculpas, mencionando que alguns deputados estavam a bloquear a área dos Conservadores, antes da votação do lei, o que foi uma falta de respeito para com o parlamento.

O primeiro-ministro admitiu que pode ter tido acidentalmente um "contato com outros deputados" e pediu desculpa se "alguém ficou ofendido".

O presidente do Parlamento ('speaker'), Geoff Regan, repreendeu o primeiro-ministro, mencionando que ninguém deve empurrar ninguém, mas disse que ficou satisfeito pelo "pedido de desculpas" de Trudeau.

O pedido de desculpas não satisfez, porém, a oposição.

A deputada do NDP Niki Ashton sugeriu que a "cotovelada" a Brosseau foi uma "agressão" e os líderes da oposição na Câmara dos Comuns consideraram o comportamento de Trudeau "vergonhoso".

Também o deputado Andrew Scheero, antigo 'Speaker' conservador, disse que o primeiro-ministro "pareceu claramente ter perdido o temperamento".

Lusa

  • Lesados do Banif confiaram "num sistema que os aldrabou"
    2:00
  • "Octávio Machado foi a terceira escolha" para o cargo
    2:01
  • O que resta do navio de salvamento mais famoso de Portugal?
    15:26
  • "Temos de melhorar o sistema de prevenção e combate dos incêndios"
    18:07

    País

    O ministro da Agricultura, Luís Capoulas Santos, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias, desta quinta-feira. Em análise esteve o chumbo do PCP na criação de um banco nacional de terras, a reforma da floresta em Portugal, as falhas no sistema de comunicação do SIRESP, a lei da rolha nos bombeiros, a seca no país e ainda a pesca da sardinha, que poderá vir a ser proibida durante 15 anos. 

    Entrevista SIC Notícias

  • Direita acusa presidente da Assembleia da República de não estar à altura do cargo
    2:06

    País

    O presidente da Assembleia da República está a ser novamente criticado pela oposição. Numa entrevista à Antena 1, Eduardo Ferro Rodrigues disse que não queria falar sobre o caso Galpgate para não causar espasmos à direita. Na reação, o CDS diz que a segunda figura do Estado deve abandonar as trincheiras partidárias. A direita acusa ainda que o presidente da Assembleia de não estar à altura do cargo.

  • "Sempre me senti em casa em Portugal"
    1:11