sicnot

Perfil

Mundo

Imposto recolher obrigatório no Iraque após apoiantes xiita forçarem entrada no Governo

Milhares de apoiantes do clérigo xiita iraquiano Moqtada al-Sadr voltaram hoje a forçar a entrada na "zona verde" de alta segurança em Bagdad, conseguindo entrar no edifício sede do Governo, segundo um fotojornalista da AFP no local. Após os acontecimentos que feriram dezenas de pessoas, os militares iraquianos impuseram um recolher obrigatório.

© Khalid Al Mousily / Reuters

Os manifestantes começaram por juntar-se na praça Tahrir, no centro de Bagdad, e removeram o arame farpado de uma das principais pontes sobre o rio Tigre, concentrando-se no exterior da "zona verde", onde se situam as sedes do Governo e do Parlamento e embaixadas de países ocidentais.

Os apoiantes de Sadr, que protestam há meses para exigir reformas e medidas contra a corrupção, conseguiram passar um dos portões da "zona verde", mas foram travados por um grande dispositivo das forças de segurança, que os repeliu com gás lacrimogéneo, granadas de atordoamento e canhões de água.

Ao fim de algum tempo, no entanto, conseguiram avançar na direção da sede do governo e entrar no edifício, segundo o jornalista da agência AFP, que viu vários manifestantes com ferimentos ligeiros.

No mês passado, os apoiantes de Sadr conseguiram retirar partes dos muros que rodeiam a "zona verde" e entrar no principal edifício do Parlamento.

Com Lusa

  • Bataglia deixou passar 12 milhões pela sua conta a pedido de Salgado
    2:05

    Operação Marquês

    O presidente da Escom e arguido na Operação Marquês Helder Bataglia terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates. O amigo de Sócrates e Bataglia terão combinado várias formas de não levantar suspeitas. A notícia é avançada pelo jornal Expresso na edição deste sábado.

  • Dirigente derrotado da Gâmbia concorda em ceder poder

    Mundo

    O ex-presidente e candidato derrotado das eleições na Gâmbia, Yahya Jammeh, concordou em ceder o poder ao novo Presidente do país, empossado na quinta-feira, indicou esta sexta-feira um responsável governamental senegalês.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.