sicnot

Perfil

Mundo

Alemanha envia a Bruxelas suspeitas de manipulação de emissões da Fiat Chrysler

A Alemanha transmitiu hoje à Comissão Europeia e às autoridades italianas um relatório sobre o grupo italo-americano Fiat Chrysler, que aponta para a manipulação dos motores para ocultar os níveis reais das emissões de gases poluentes.

Carlos Osorio

A notícia está a ser avançada pelo jornal alemão Bild am Sonntag, que publicou hoje excertos de um relatório confidencial da Agência Federal Alemã do Automóvel (KBA), que salienta que a Fiat usa em modelos diesel Euro6 "sofware, aplicações e calibradores suspeitos e possivelmente fora da lei".

O semanário salienta que vários testes realizados pela KBA permitiram determinar que o sistema de controlo de emissões poluentes desativava-se completamente ao fim de 22 minutos, dois minutos depois do final dos testes padrão feitos pelas autoridades.

Isto tem como consequência emissões de óxido de nitrogénio (NOx) "dez vezes superiores ao nível máximo", afirma o Bild am Sonntag.

O Ministério dos Transportes alemão confirmou hoje o relatório da KBA e, por sua vez, a Fiat Chrysler indicou já que não fará declarações públicas sobre este tema.

O ministro dos transportes alemão, Alexander Dobrindt, tinha convidado esta semana a direção da Fiat Chrysler para uma reunião em Berlim, mas o fabricante não compareceu no encontro.

Através dos seus advogados, a Fiat comunicou que são unicamente as autoridades italianas que devem responder à pergunta se os veículos da marca italiana cumprem as normas europeias em matéria de emissões.

"Esta falta de cooperação da parte da Fiat é completamente incompreensível", considerou já o ministro Alexander Dobrindt.

Lusa

  • Braga perde com Shakhtar e fica fora dos 16 avos de final da Liga Europa
    3:16
  • "Quem não deve não teme"

    Football Leaks

    O futebolista português Cristiano Ronaldo, questionado sobre a sua alegada fuga ao fisco veiculada pela investigação "Football Leaks", disse que "quem não deve não teme", numa reação difundida esta quinta-feira pela rádio espanhola Onda Cero.

  • Cerca de 150 civis doentes retirados de Alepo

    Mundo

    Cerca de 150 civis, a maioria doentes ou deficientes, foram retirados na noite de quarta-feira para quinta-feira de um centro de saúde de Aleppo, na parte mais antiga da cidade tomada pelo exército sírio, anunciou a Cruz Vermelha internacional.