sicnot

Perfil

Mundo

Extrema-direita entra pela primeira vez no Parlamento de Chipre

Uma abstenção recorde nas legislativas de hoje em Chipre deu origem a um parlamento muito fragmentado, com a entrada pela primeira vez de um partido de extrema-direita após três anos de crise económica e diversos escândalos de corrupção.

KATIA CHRISTODOULOU

Os resultados definitivos deram a vitória à União Democrática (Disy, direita), partido no poder e a primeira formação no anterior hemiciclo, com 30% dos votos.

Numa assembleia muito fragmentada, a extrema-direita da Frente nacional popular (Elam) obteve pela primeira vez desde a independência da República de Chipre do jugo britânico, em 1960, representação parlamentar.

O Elam defende o golpe de Estado nacionalista de 1974, apoiado pela então junta militar de extrema-direita no poder em Atenas e que pretendia a união da ilha à Grécia, a justificação para a invasão do norte da ilha pela Turquia. Obteve 3,7% dos votos, assegurando dois deputados.

O Partido progressista do povo trabalhador (Akel, comunista, principal força da oposição), recolheu 25%, um recuo de 7% face às anteriores eleições.

Segundo os responsáveis do sufrágio, apenas votaram 67% dos cerca de 500.000 eleitores, uma taxa de abstenção recorde num país onde o voto é teoricamente obrigatório, contra 21% nas últimas legislativas de 2011.

A elevada abstenção favoreceu a entrada no parlamento de pequenas formações, e oito partidos vão agora partilhar os 56 lugares da assembleia, mais três que os representados até ao momento.

O Presidente Nicos Anastasiades, cujo Governo de direita negociou em 2013 um plano de resgate internacional em plena crise económica, manifestou "inquietação" pela elevada abstenção, logo após o anúncio dos resultados.

Ao não comparecerem às urnas, muitos eleitores terão optado por protestar contra uma série de escândalos de corrupção que atingiram o funcionalismo público e responsáveis políticos. As dificuldades económicas e sociais, associadas ao plano de resgate após a crise de 2013 também cristalizaram o descontentamento, mesmo que o crescimento tenha regressado nos últimos meses.

No entanto, os resultados não deverão ter impacto nas negociações sobre a reunificação da ilha do Mediterrâneo oriental, dividida em duas entidades desde 1974: a República de Chipre, Estado-membro da União Europeia (UE) e da zona euro, e a autoproclamada República turca de Chipre do Norte (RTCN), apenas reconhecida por Ancara.

Os dirigentes das duas partes da ilha relançaram as conversações em maio de 2015 e intensificaram o diálogo a partir de novembro, com o apoio da ONU, UE e Estados Unidos, com o objetivo de formar um Estado federal.

Lusa

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28