sicnot

Perfil

Mundo

Grupos da oposição dão 48 horas para terminar ofensiva na zona de Damasco

Vinte e nove grupos da oposição síria deram hoje um prazo de 48 horas para que seja posto fim à ofensiva das forças do regime na zona de Damasco, findo o qual considerarão nulo o acordo de cessar-fogo.

© Bassam Khabieh / Reuters

O ultimato é dirigido aos Estados Unidos e à Rússia, promotores do cessar-fogo assinado em fevereiro.

"Damos 48 horas aos patrocinadores do cessar-fogo para salvarem o que resta do acordo e obrigarem o regime criminoso de Bashar al-Assad e os seus aliados a pararem completa e imediatamente a ofensiva selvagem contra Daraya e Ghouta", a leste de Damasco, afirmaram os 29 grupos numa declaração conjunta.

Daraya é uma das cidades há mais tempo cercada pelas forças do regime, desde que em 2012 foi tomada por grupos rebeldes.

"Em face da ofensiva do regime contra todas as regiões libertadas e especialmente contra Daraya consideramos que o acordo de cessar-fogo entrou completamente em colapso", acrescentam os grupos da oposição, entre os quais figuram nomeadamente dois grupos inimigos, o Jaish al-Islam e o Faylaq al-Rahman.

A trégua entre as forças do regime e as da oposição instaurada a 27 de fevereiro na Síria foi violada várias vezes.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.