sicnot

Perfil

Mundo

Grupos da oposição dão 48 horas para terminar ofensiva na zona de Damasco

Vinte e nove grupos da oposição síria deram hoje um prazo de 48 horas para que seja posto fim à ofensiva das forças do regime na zona de Damasco, findo o qual considerarão nulo o acordo de cessar-fogo.

© Bassam Khabieh / Reuters

O ultimato é dirigido aos Estados Unidos e à Rússia, promotores do cessar-fogo assinado em fevereiro.

"Damos 48 horas aos patrocinadores do cessar-fogo para salvarem o que resta do acordo e obrigarem o regime criminoso de Bashar al-Assad e os seus aliados a pararem completa e imediatamente a ofensiva selvagem contra Daraya e Ghouta", a leste de Damasco, afirmaram os 29 grupos numa declaração conjunta.

Daraya é uma das cidades há mais tempo cercada pelas forças do regime, desde que em 2012 foi tomada por grupos rebeldes.

"Em face da ofensiva do regime contra todas as regiões libertadas e especialmente contra Daraya consideramos que o acordo de cessar-fogo entrou completamente em colapso", acrescentam os grupos da oposição, entre os quais figuram nomeadamente dois grupos inimigos, o Jaish al-Islam e o Faylaq al-Rahman.

A trégua entre as forças do regime e as da oposição instaurada a 27 de fevereiro na Síria foi violada várias vezes.

Lusa

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • "Isto é a demagogia à solta"
    0:45

    Opinião

    Quem o diz é Luís Marques Mendes a propósito da aprovação esta semana da lei do CDS-PP que elimina o adicional do imposto sobre os combustíveis. O comentador da SIC critica a oposição por ter levado a votação uma lei inconstitucional e acusa ainda os parceiros de Governo de deslealdade. 

    Luís Marques Mendes

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02