sicnot

Perfil

Mundo

Grupos da oposição dão 48 horas para terminar ofensiva na zona de Damasco

Vinte e nove grupos da oposição síria deram hoje um prazo de 48 horas para que seja posto fim à ofensiva das forças do regime na zona de Damasco, findo o qual considerarão nulo o acordo de cessar-fogo.

© Bassam Khabieh / Reuters

O ultimato é dirigido aos Estados Unidos e à Rússia, promotores do cessar-fogo assinado em fevereiro.

"Damos 48 horas aos patrocinadores do cessar-fogo para salvarem o que resta do acordo e obrigarem o regime criminoso de Bashar al-Assad e os seus aliados a pararem completa e imediatamente a ofensiva selvagem contra Daraya e Ghouta", a leste de Damasco, afirmaram os 29 grupos numa declaração conjunta.

Daraya é uma das cidades há mais tempo cercada pelas forças do regime, desde que em 2012 foi tomada por grupos rebeldes.

"Em face da ofensiva do regime contra todas as regiões libertadas e especialmente contra Daraya consideramos que o acordo de cessar-fogo entrou completamente em colapso", acrescentam os grupos da oposição, entre os quais figuram nomeadamente dois grupos inimigos, o Jaish al-Islam e o Faylaq al-Rahman.

A trégua entre as forças do regime e as da oposição instaurada a 27 de fevereiro na Síria foi violada várias vezes.

Lusa

  • Dono de submarino é o único suspeito da morte de jornalista sueca
    1:51

    Mundo

    A polícia dinamarquesa confirmou que o corpo decapitado encontrado junto ao mar, perto de Copenhaga, é o da jornalista sueca desaparecida há mais de 10 dias. Kim Wall estava a fazer uma reportagem sobre um submarino artesanal com o criador, que é agora o principal suspeito do crime. Parte do corpo foi encontrada na segunda-feira e identificada através de exames de ADN.