sicnot

Perfil

Mundo

Uber vai lançar programa piloto de condução automática nos EUA

A Uber vai lançar, nas próximas semanas, um programa piloto de condução automática nas ruas de Pittsburgh, nos Estados Unidos, mais uma experiência que o setor automóvel está a realizar para aperfeiçoar a tecnologia dos veículos autónomos.

Eric Risberg

Embora a experiência seja da Uber, empresa que tem estado a revolucionar o modelo de negócio dos táxis em vários países, grande parte do teste é responsabilidade da Ford, que em finais de abril iniciou uma parceria com a empresa para avançar com a condução automática.

O teste da Uber vai desenvolver-se nas ruas de Pittsburgh, usando um carro da marca e o Centro de Tecnologias Avançadas da Uber. O objetivo é circular pela cidade sem condutor, mas o veículo terá uma pessoa ao volante durante os testes por questões de segurança.

"No futuro, acreditamos que esta tecnologia significará menor congestionamento, um transporte mais barato e acessível e uma redução do número de vidas perdidas em acidentes de automóvel", afirma a empresa em comunicado.

O anúncio da Uber foi o mais recente de um crescente número de projetos e iniciativas que surgem com bastante frequência nos Estados Unidos em torno da tecnologia da condução automática.

Esta mesma semana, a Google patenteou um verniz para veículos de condução automática para minimizar os ferimentos em transeuntes em caso de acidente, que atuaria como um adesivo de modo a que, em caso de embate, não fosse lançado com o impacto.

A Google também impulsionou um projeto chamado Otto para aplicar a condução automática a camiões, um setor que só nos Estados Unidos representa 700.000 milhões de dólares por ano.

Também a Fiat Chrysler, a General Motors (GM) e a Volvo e a e a Lyft (rival da Uber) estão a desenvolver projetos para a condução autónoma.

Lusa

  • Escritor e filólogo Frederico Lourenço distinguido com o Prémio Pessoa 2016

    Cultura

    O escritor, tradutor, professor universitário Frederico Lourenço foi distinguido com o Prémio Pessoa 2016. O anúncio foi feito hoje por Francisco Pinto Balsemão no Palácio de Seteais, em Sintra, sublinhando que a atividade de Frederico Lourenço tem como "traço singular" ter oferecido "à língua portuguesa as grandes obras de literatura clássica".

  • Governo garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo de ajuda alimentar
    1:18

    País

    O ministro da Solidariedade e Segurança Social garante que Portugal não desperdiçou nenhum fundo europeu de ajuda alimentar. Vieira da Silva respondeu, esta manhã, à notícia avançada pelo Jornal de Notícias que dava conta de que, este ano, o país teria desperdiçado 28 milhões de euros de um fundo europeu porque o programa ainda não está operacional. O ministro garante que o programa vai ser executado em 2017 e que este ano serviu para tomar medidas no sentido dessa implementação. Vieira da Silva assegura também que o montante disponível para o programa não foi desperdiçado e vai poder ser usado.

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Explosão no Cairo faz seis mortos

    Mundo

    Seis pessoas morreram hoje numa explosão junto a um posto de controlo da polícia no Cairo, indicaram os meios de comunicação social e responsáveis egípcios.