sicnot

Perfil

Mundo

Uber vai lançar programa piloto de condução automática nos EUA

A Uber vai lançar, nas próximas semanas, um programa piloto de condução automática nas ruas de Pittsburgh, nos Estados Unidos, mais uma experiência que o setor automóvel está a realizar para aperfeiçoar a tecnologia dos veículos autónomos.

Eric Risberg

Embora a experiência seja da Uber, empresa que tem estado a revolucionar o modelo de negócio dos táxis em vários países, grande parte do teste é responsabilidade da Ford, que em finais de abril iniciou uma parceria com a empresa para avançar com a condução automática.

O teste da Uber vai desenvolver-se nas ruas de Pittsburgh, usando um carro da marca e o Centro de Tecnologias Avançadas da Uber. O objetivo é circular pela cidade sem condutor, mas o veículo terá uma pessoa ao volante durante os testes por questões de segurança.

"No futuro, acreditamos que esta tecnologia significará menor congestionamento, um transporte mais barato e acessível e uma redução do número de vidas perdidas em acidentes de automóvel", afirma a empresa em comunicado.

O anúncio da Uber foi o mais recente de um crescente número de projetos e iniciativas que surgem com bastante frequência nos Estados Unidos em torno da tecnologia da condução automática.

Esta mesma semana, a Google patenteou um verniz para veículos de condução automática para minimizar os ferimentos em transeuntes em caso de acidente, que atuaria como um adesivo de modo a que, em caso de embate, não fosse lançado com o impacto.

A Google também impulsionou um projeto chamado Otto para aplicar a condução automática a camiões, um setor que só nos Estados Unidos representa 700.000 milhões de dólares por ano.

Também a Fiat Chrysler, a General Motors (GM) e a Volvo e a e a Lyft (rival da Uber) estão a desenvolver projetos para a condução autónoma.

Lusa

  • Costa desvaloriza ameaça e mantém planos de visita a Angola
    2:27

    Economia

    O governo angolano reagiu duramente à acusação do Ministério público portugues contra o vice-presidente de Angola. Luanda diz que a acusação é um sério ataque à República de Angola que pode perturbar as relações entre os dois paises. António Costa desvaloriza a ameaça e mantém os planos de uma visita a Angola na primavera.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Brasil já tirou o "pé do chão"
    1:59

    Mundo

    Já começaram os desfiles e festas de carnaval, no Rio de Janeiro.Esta sexta feira foi o início oficial das celebrações com centenas de milhar de pessoas nas ruas até de madrugada.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato. 

  • Atores de Hollywood contra Trump
    1:44

    Mundo

    Centenas de pessoas juntaram-se em mais um protesto contra o presidente dos Estados Unidos. A manifestação, em Beverly Hills, juntou várias estrelas de Hollywood.