sicnot

Perfil

Mundo

Projeto permite escalar virtualmente o Evereste

Agora, o Monte Evereste pode ser escalado de forma virtual. Trata-se de um projeto similar ao Google Street View mas nas montanhas mais altas do mundo.

© Navesh Chitrakar / Reuters

Numa vista de 360 graus, vários percursos de escalada do Monte Evereste estão documentados em vídeo e fotografia, pela primeira vez.


Um dos trilhos é o mais utilizado por alpinistas, com início no Nepal até ao topo.


O projeto foi criado em 2014 pelo grupo de desportos de montanha Mammut Sports, em homenagem aos primeiros alpinistas que, na década de 50, foram bem sucedidos na escalada deste monte situado na Cordilheira do Himalaia.


O alpinista virtual pode escolher diferentes perspetivas e experimentar os vários percursos até ao ponto mais alto da terra, a 8 mil e 800 metros de altitude.

  • Frio no fim de semana, regiões do interior podem chegar aos -5 °C
    1:23
  • Bombeiro ferido nos fogos de Pedrógão Grande regressou a casa
    2:33

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Seis meses depois dos incêndios de Pedrógão Grande, regressou a casa o último dos bombeiros de Castanheira de Pera que estava internado desde junho. Rui Rosinha esteve em coma mais de dois meses e tem ainda pela frente uma longa recuperação. O bombeiro não quer que o país esqueça o que aconteceu e espera que as duas tragédias deste ano (fogos de junho e outubro) sirvam de lição para o futuro.

  • Pedrógão Grande, seis meses depois - documentário Expresso
    0:29
  • Ilhas Selvagens são um tesouro no Atlântico que é preciso preservar
    2:33
  • PS volta a subir nas intenções de voto e não baixa dos 40%
    2:01