sicnot

Perfil

Mundo

Alpinista indiano morre enquanto descia o Evereste

Um alpinista indiano de 43 anos morreu enquanto descia o Monte Evereste. Outras duas pessoas continuam desaparecidas. As autoridades culpam os alpinistas de preparação inadequada e inexperiência.

© Navesh Chitrakar / Reuters

Subash Paul atingiu os 8.850 metros no sábado (21 de Maio). Morreu no dia seguinte devido à exaustão, segundo anunciou o representante de uma empresa local, Wangchu Sherpa, esta segunda-feira (23 de maio).

Os últimos relatos davam conta de mau tempo e ventos fortes na região, a dificultar o trabalho de escalada dos alpinistas mais aventureiros.

Nava Kumar Phukon, funcionário do departamento de desporto do Governo nepalês, já confirmou que quatro alpinistas indianos tinham realizado uma incursão de escalada, um dos quais Subash Paul. Segundo o mesmo, duas pessoas continuam desaparecidas.

As mortes no Evereste voltam a levantar o debate sobre as normas de segurança e os preparativos daqueles que se aventuram nas montanhas do Nepal. As autoridades culpam os alpinistas de preparação inadequada e inexperiência.

Só no ano passado morreram pelo menos 18 pessoas que subiam ou desciam o Evereste.

  • Outros casos de fuga de prisões portuguesas
    2:58

    País

    Nos últimos cinco anos, 52 reclusos fugiram de cadeias portuguesas, mas foram todos recapturados. Entre 1999 e 2009, fugiram oito reclusos da prisão de Caxias. Em 2005, um homem condenado a 21 anos de prisão fugiu de Coimbra, viajando por França e pela Polónia. Manuel Simões acabou por ser detido no regresso a Portugal.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.