sicnot

Perfil

Mundo

Extrema-direita ameaça Presidente eleito da Áustria

O Presidente eleito da Áustria, Alexander Van der Bellen, recebeu ameaças de ultra direitistas, que apelam à "luta" e à realização de "atentados", além de terem divulgado a sua direção privada, informou o diário Der Standard.

© Leonhard Foeger / Reuters

Segundo este meio, na sua edição impressa de quarta-feira, um utilizador divulgou na página na internet do líder do direitista Partido Liberal (FPo), Heinz Christian Strache, a residência privada de Van der Bellen.

Outra pessoa apelou no mesmo local à realização de "atentados" no domicílio do Presidente.

As frases foram apagadas algum tempo depois, mas ficaram registadas em capturas de écran e a polícia está a investigar.

O diário garante que outros utilizadores do Facebook também apelaram à violência nesta rede social.

"Todo aquele que ainda se sente meio austríaco deve demonstrar que nos defenderemos", afirmou um dos utilizadores do Facebook.

"Montem grupos que atuem e sejam capazes de golpear", declarava outro utilizador, acrescentando: "A partir de agora, há que lutar".

O Der Standard assegurou que o Ministério do Interior está conhecedor das ameaças e está a levá-las "muito a sério", pelo que já reforçou o dispositivo de segurança em torno do Presidente eleito, que vai tomar posse em 08 de julho.

Van der Bellen ganhou as eleições presidenciais do passado domingo, com 50,3%, evitando que o candidato da direita populista, Norbert Hofer, se convertesse no primeiro chefe de Estado da extrema-direita na União Europeia.

Lusa

  • Hospitais vão ser penalizados se não cumprirem tempos de espera
    2:37

    País

    O Ministério da Saúde vai penalizar os hospitais que não cumprem os tempos de espera nas urgências e que tenham taxas elevadas de cesarianas. O novo modelo de financiamento prevê ainda linhas de financiamento próprio para a obesidade e rastreios do cancro do cólon e do colo do útero.

  • Assédio, até onde vai a tolerância?
    35:26