sicnot

Perfil

Mundo

Netanyahu envolvido em polémica com viagens de avião com família

As viagens em avião feitas por Benjamin Netanyahu e a sua família antes de ser primeiro-ministro israelita estão no centro de um relatório divulgado esta terça-feira, que aponta para possíveis conflitos de interesse.

© Ronen Zvulun / Reuters

O documento, da autoria do fiscal do Estado, Yossef Shapira, que verifica as políticas governamentais e o uso dos fundos públicos, incide sobre o período em Netanyahu foi ministro da Finanças, de 2003 a 2005.

"As viagens de Netanyahu e da sua família, financiadas por entidades externas (ao governo) durante o período em que foi ministro das Finanças, desrespeitaram as regras em vigor sobre o assunto e poderiam assim dar a impressão de serem benefícios ou se tratar de um conflito de interesses", escreveu-se no relatório, redigido em hebraico, e publico no sítio da instituição na internet.

A imprensa avançou que estão em causa cinco ou seis viagens ao estrangeiro, algumas das quais feitas com a esposa e os filhos.

O relatório especificou também que Netanyahu não comunicou o financiamento destas viagens às autoridades competentes.

Componentes da investigação do controlador do Estado foram transmitidos ao gabinete do procurador-geral, o que os impede de serem revelados.

Lusa

  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.