sicnot

Perfil

Mundo

Polónia abate árvores em área classificada como Património Mundial pela UNESCO

A Polónia procedeu esta terça-feira ao abate das primeiras árvores na floresta de Bialowieza, apesar dos protestos de grupos ambientais que querem salvaguardar a área, classificada como Património Mundial pela UNESCO.

© Peter Andrews / Reuters

O início do abate foi confirmado pelo diretor-geral das Florestas, Konrad Tomaszewski, que justificou a iniciativa com o arranque do plano de exploração de madeira em zonas não protegidas.

Segundo Konrad Tomaszewski, o objetivo é "travar a degradação florestal" e proteger os visitantes do risco de queda de árvores, com o combate à infestação do inseto 'Ips typographus' detetada pelo Ministério do Ambiente.

Opinião contrária têm os ativistas ambientais, que alertam para os efeitos da destruição de um ecossistema intacto há mais de 10.000 anos e que alberga as maiores árvores e o maior mamífero da Europa, o bisonte-europeu.

"Apelamos à Comissão Europeia que intervenha antes que o governo polaco permita a destruição irreversível da floresta de Bialowieza", disse a ativista Katarzyna Jagiello, da representação do Greenpeace na Polónia.

Os ativistas não consideram a presença do inseto como uma justificação viável para o corte das árvores.

"O ministro não percebe que o inseto é um visitante frequente e natural, que sempre existiu e com o qual a floresta conseguiu sobreviver", disse Katarzyna Jagiello à agência francesa AFP.

O Ministério do Ambiente garantiu que os trabalhadores florestais vão cortar nos próximos 10 anos mais de 180.000 metros cúbicos de madeira, nas áreas não protegidas da floresta, um aumento substancial relativamente ao anterior plano, que previa o abate de 40.000 metros cúbicos.

Apesar do Ministério ter dito que a operação pretendia proteger áreas que fazem parte da rede europeia Natura 2000 - que tenta preservar as espécies e os habitats mais ameaçados da Europa -, as organizações sem fins lucrativos manifestaram-se "admiradas por Jan Szyzko (ministro do Ambiente) invocar legislação da União Europeia para justificar o abate das árvores".

"A decisão de multiplicar os abates de árvores não é compatível com a legislação europeia porque não foi precedida por um estudo de impacto ambiental para as espécies e para as áreas protegidas", considerou Agata Szafraniuk, da organização não-governamental ClientEarth.

Bialowieza, Património Mundial desde 1979, cobre cerca de 150 mil hectares na Polónia e Bielorrússia e acolhe 20 mil espécies animais.

O projeto para Bialowieza é a última ação do governo de direita que desencadeou a polémica na Polónia e no estrangeiro.

Uma delegação da UNESCO deve visitar Bialowieza entre os dias 4 e 8 de junho para avaliar a situação.

Lusa

  • DJ Avicii morre aos 28 anos

    Cultura

    Tim Bergling, conhecido por Avicii e um dos mais famosos DJ's do mundo, morreu aos 28 anos. A notícia foi avançada pelo site TMZ, que adianta que o DJ e produtor sueco foi encontrado morto esta sexta-feira em Muscat, em Omã, e os detalhes da morte ainda não são conhecidos.

    SIC

  • Avicii tinha deixado os palcos há 2 anos por motivos de saúde
    2:14
  • "Não andámos a tomar calmantes, nem a dar abracinhos"
    0:52

    Desporto

    Rui Vitória recusa atirar a toalha ao chão. O treinador do Benfica acredita que ainda muito pode acontecer e revela a motivação da equipa depois da derrota com o FC Porto na Luz, que levou à perda da liderança a quatro jornadas do fim.

  • "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos"

    Mundo

    "Se não querem que vos baixem as calças, não se tornem modelos", esta foi apenas uma das declarações de Karl Lagerfeld sobre as denúncias de abuso sexual, que estão a marcar o mundo do cinema, da música e da moda. Numa entrevista, o diretor criativo da Chanel e da Fendi declarou mesmo que estava farto do #MeToo, o movimento usado para denunciar estes casos de abusos por todo o mundo.

    SIC

  • Viagem de balão para ver as cerejeiras em flor
    14:27
  • Portugal compromete-se a enviar profissionais de saúde para África
    2:39
  • EUA acusam Síria de tentar apagar provas de alegado ataque químico em Douma
    1:28
  • Já pode escolher uma morte amiga do ambiente

    Mundo

    Preocupa-se com o ambiente? Recicla? Prefere andar a pé ou partilhar transportes? Então saiba que a partir de agora a morte também pode ser amiga do ambiente. Desde caixões degradáveis de vime a cremação líquida, já é possível diminuir o impacto ambiental da morte.

    SIC

  • Karlie Kloss, o "anjo" que quer ensinar raparigas a programar
    2:59