sicnot

Perfil

Mundo

Angela Merkel afirma que G7 deve manter sanções à Rússia

A chanceler alemão Angela Merkel afirmou hoje que o G7 deve manter as sanções impostas à Rússia por causa do conflito no leste da Ucrânia.

© Toru Hanai / Reuters

"Para mim é muito cedo para dar luz verde" a um eventual levantamento das sanções. Nenhuma mudança de posição é esperada", disse Angela Merkel aos jornalistas à margem da cimeira dos G7, que decorre até sexta-feira no Japão.

O ano passado, o grupo dos sete países mais industrializados do mundo (Canadá, França, Alemanha, Itália, Japão, Reino Unido e Estados Unidos) ameaçou Moscovo com sanções ainda mais duras "caso as suas ações o tornem necessário".

O presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk considerou também que o G7 deve adotar uma "posição clara e dura" sobre todos os diferendos territoriais, incluindo na Ucrânia e no mar da China.

Lusa

  • Líderes do G7 reúnem-se hoje e amanhã no Japão
    1:49

    Mundo

    Os líderes dos países mais industrializados reúnem-ne hoje e amanhã na Cimeira do G7 no Japão. Antes da reunião de hoje, o presidente do Conselho Europeu pediu mais solidariedade para com os refugiados e lembra que esta é uma crise global. O encontro de dois dias no Japão, centra-se sobretudo na economia mundial e na crise migratória.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC