sicnot

Perfil

Mundo

Civis na Síria podem morrer de fome devido a falta de ajuda humanitária

Os civis na Síria vão morrer de fome se Damasco e os grupos rebeldes armados não permitirem maior acesso dos comboios humanitários com alimentos para salvar vidas, disse hoje o enviado especial da ONU para o país.

Síria.

Síria.

Reuters

Há "muitos civis neste momento em perigo de morrer de fome", afirmou Staffan de Mistura aos jornalistas, após uma reunião semanal do grupo de trabalho da ONU para coordenar a entrega de ajuda humanitária na Síria.

"Das cerca de um milhão de pessoas a quem pretendíamos chegar por terra em maio, só conseguimos alcançar 160.000", lamentou Staffan de Mistura.

Os Estados Unidos referiram que mais de 400.000 civis vivem em áreas cercadas na Síria, a maior parte dos quais em zonas controladas pelo regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

Além disso, mais de quatro milhões de pessoas vivem nas chamadas áreas de "difícil alcance", segundo a ONU.

O conflito na Síria, com início em março de 2011, já provocou mais de 270 mil mortos e 4,5 milhões de refugiados.

Lusa

  • Alemanha aprova projeto-lei que permite aceder a telemóveis de migrantes
    1:52
  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.