sicnot

Perfil

Mundo

G7 precisa de uma "posição clara e firme" sobre disputas territoriais

Os países do G7 têm de adotar uma "posição clara e firme" sobre as controversas reivindicações marítimas da China e a anexação da Crimeia pela Rússia, disse hoje o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

Darko Vojinovic

À margem da cimeira do G7, que decorre no Japão, Tusk alertou que o que está em causa é a credibilidade do 'clube das nações ricas'.

"O teste à nossa credibilidade no G7 é a nossa capacidade de defender os valores comuns que partilhamos", disse.

"Só vamos passar neste teste se adotarmos uma posição clara e firme sobre cada tópico das nossas discussões (...) Refiro-me em particular ao tema da segurança marítima e ao dos mares do Sul e Leste da China e à questão da Rússia-Ucrânia", afirmou.

Segundo Tusk, para defender estes valores comuns, "não basta acreditar neles", é também preciso estar "pronto para os defender".

Pequim reivindica a maior parte do Mar do Sul da China, o que gera discordância das Filipinas e Vietname.

A China tem também uma disputa com o Japão em relação a ilhas no Mar do Leste da China.

"A política do G7 é clara: qualquer reivindicação marítima ou territorial deve ser baseada na lei internacional e qualquer disputa territorial deve ser resolvida por meios pacíficos. Ação unilateral e uso de força ou coerção não serão aceites", defendeu.

Quanto à anexação da Crimeia pela Rússia, Tusk indicou que a União Europeia e o G7 continuam a acreditar que se trata de uma crise "que só pode ser resolvida em total respeito pela (...) lei internacional, especialmente a obrigação legal de respeitar a soberania, integridade territorial e independência da Ucrânia".

"Quero afirmar claramente que a nossa posição em relação à Rússia, incluindo sanções económicas, não vai mudar enquanto os acordos de Minsk não forem totalmente implementados", afirmou.

Lusa

  • Tudo isto circula na internet. Nada disto é verdade
    3:12
  • Peso dos salários na economia diminuiu
    2:34

    Economia

    Portugal é dos países onde o peso dos salários na economia mais diminuiu. Ou seja, os salários portugueses foram dos mais encolheram com a crise. A conclusão é da Organização Internacional do Trabalho que sublinha as implicações negativas ao nível social e económico.

  • Inaugurado Ikea de Loulé
    3:51

    Economia

    Centenas de pessoas aguardavam à porta do Ikea de Loulé para a inauguração da nova loja no Algarve, uma semana depois do acidente que matou uma trabalhadora. A cerimónia decorreu de forma sóbria, ainda que com alguma pompa e circunstância.

  • Descoberta nova espécie de tiranossauro

    Mundo

    Uma nova espécie de dinossauros predadores, um tiranossauro com uma forma incomum de evolução, foi descoberta por uma equipa internacional de cientistas, segundo um artigo científico hoje publicado pela revista Nature.