sicnot

Perfil

Mundo

Governo francês mantém a sua posição apesar das sucessivas manifestações contra a reforma laboral

Governo francês mantém a sua posição apesar das sucessivas manifestações contra a reforma laboral

Depois de mais um dia de fortes protestos em França contra a reforma laboral, o Governo francês mantém a sua posição. Daniel Ribeiro, correspondente do Expresso em Paris, dá-nos conta dos últimos desenvolvimentos.

  • Protestos contra reforma da lei laboral continuam em França
    2:12

    Mundo

    Os protestos continuam em Paris contra a reforma da lei laboral em França. As forças policiais também se manifestaram hoje contra a violência de que dizem estar a ser alvo nos protestos. Os manifestantes atearam fogo a um carro da polícia porque não foram autorizados a protestar na Praça da República. O carro-patrulha ficou destruído e os dois agentes ficaram feridos sem gravidade. Nos últimos dois meses, mais de 350 polícias ficaram feridos nas manifestações contra a reforma da lei laboral.

  • Governo francês promete usar a força para acabar com bloqueio às refinarias
    1:58

    Mundo

    Várias refinarias francesas estão paradas há vários dias por causa da greve contra a reforma da lei laboral, traçada pelo Governo de François Hollande. Com o bloqueio há cada vez mais postos de abastecimento sem combustível e filas de automóveis por todo o país. O Governo francês considera ilegítimo o bloqueio às refinarias e já mobilizou a polícia e o exército para por fim ao protesto. O Governo francês já prometeu até usar a força para acabar com bloqueio. As autoridades usaram hoje canhões de água para por fim ao bloqueio de uma das refinarias.

  • Franceses continuam nas ruas contra a reforma laboral
    1:48

    Mundo

    Apesar da forte contestação em França contra a reforma laboral, o Governo francês mantém a sua posição. A falta de combustível devido à greve nas refinarias tem provocado filas gigantescas para abastecer e os protestos nas ruas são cada vez maiores e mais frequentes.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.