sicnot

Perfil

Mundo

Governo francês garante resolução rápida da crise dos combustíveis

O governo francês garante que a crise dos combustíveis vai ficar resolvida nas próximas horas, em todo o país. De acordo com o ministério francês da economia,os depósitos de combustíveis estão já a ser desloqueados pelos grevistas, permitindo aos automobilistas voltarem a abastecer os veículos.

Uma das principais companhias de combustíveis do país, a "Total", já fez saber que os 9 depósitos que tem em França, estão neste momento todos a funcionar.

Horas antes, na cimeira do G7, no Japão, o presidente francês François Holande tinha também afirmado que não ia permitir que os manifestantes sufocassem a economia francesa.

Já na última sexta feira, o governo francês tinha garantido que iria resolver a situação - o que não aconteceu.
Recorde-se que a greve nas refinarias e a consequente falta de combustíveis nos postos de abastecimento, se prendem com um protesto, contra a nova lei laboral em França.

Lusa

  • Refinarias petrolíferas em França desbloqueadas

    Mundo

    Todos os bloqueios às refinarias petrolíferas, que duravam há cerca de oito dias, foram levantados, à exceção da refinaria de Gargenville (Paris). Os protestos foram levantados, mesmo depois de François Hollande ter reafirmado hoje, na Cimeira do G7, a vontade de avançar com a reforma laboral.

  • Franceses continuam nas ruas contra a reforma laboral
    1:48

    Mundo

    Apesar da forte contestação em França contra a reforma laboral, o Governo francês mantém a sua posição. A falta de combustível devido à greve nas refinarias tem provocado filas gigantescas para abastecer e os protestos nas ruas são cada vez maiores e mais frequentes.

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC