sicnot

Perfil

Mundo

Dez mortos no Bangladesh em atos de violência nas eleições locais

Pelo menos 10 pessoas morreram e milhares ficaram feridas em confrontos entre apoiantes de candidatos rivais às últimas eleições locais no Bangladesh, informou hoje a polícia local.

Níveis sem precedentes de violência e trocas de acusações entre apoiantes têm denegrido as eleições locais, realizadas em fases desde março, registando-se já um total de pelo menos 90 mortes, segundo a mesma fonte.

Durante a última ronda de votação no sábado, três pessoas foram mortas no distrito de Jamalpur e outras sete foram mortas em vários outros locais espalhadas pelo país, disseram as autoridades policiais.

Em Jamalpur, centenas de apoiantes do partido Awami League (AL), no poder, entraram em confronto armado com os rivais: "Três pessoas morreram. Eles tinham marcas de bala e lesões de seta", afirmou o polícia chefe de Jamalpur, Shariful Haq, à agência AFP.

Lusa

  • Menino perdido na Praia da Luz foi levado à GNR por turista
    1:11

    País

    Um menino inglês, de sete anos, esteve desaparecido na quinta-feira na Praia da Luz, no Algarve, depois de se ter perdido dos pais. A GNR colocou duas equipas de investigação no local, mas ao fim de uma hora e meia o rapaz apareceu na esquadra de Lagos acompanhado por um turista a quem terá pedido ajuda.

  • Mais viagens mas menos turistas de Portugal
    1:22

    País

    Os residentes em Portugal - sejam portugueses ou estrangeiros - realizaram quatro milhões de viagens turísticas, só no primeiro trimestre do ano. Um aumento de mais de 6% nas viagens dentro do país face ao período homólogo e de mais de 15% nas viagens para fora, de avião. O estudo é do INE, o Instituto Nacional de Estatística, que permite fazer o retrato mais claro de quem viaja e porquê.

  • Algarve sozinho gera metade dos bens transacionáveis em Portugal
    4:14

    SIC 25 Anos

    O Algarve quase não tem indústria e os especialistas consideram que é excessivamente dependente do turismo. Ainda assim, sozinho contribui com metade do que Portugal gera em bens transacionáveis. A região tem problemas graves, como a falta de médicos e um custo de vida muito alto, mas continua a atrair a maior parte dos turistas e muitos estrangeiros decidem mesmo escolher a região para viver.