sicnot

Perfil

Mundo

Ex-ditador do Chade condenado a prisão perpétua

Um tribunal especial africano no Senegal condenou hoje o antigo presidente do Chade Hissène Habré a prisão perpétua por crimes contra a humanidade.

Habré recusou dirigir-se ao tribunal, por não reconhecer a sua autoridade.

Habré recusou dirigir-se ao tribunal, por não reconhecer a sua autoridade.

© STR New / Reuters

"Hissène Habré, este tribunal considera-o culpado de crimes contra a humanidade, violação, escravatura e rapto", disse Gberdao Gustave Kam, presidente do tribunal especial, antes de indicar que o tribunal o condenava a "prisão perpétua".

Kam disse ainda que Habré dispõe de 15 dias para apelar da decisão.

Habré recusou dirigir-se ao tribunal, por não reconhecer a sua autoridade.

Investigadores chadianos descobriram que pelo menos 40.000 pessoas foram mortas durante a administração de Habré (1982-1990), marcada pela repressão feroz de opositores e por ataques a grupos étnicos rivais.

Testemunhas relataram o horror vivido nas prisões do Chade, descrevendo pormenorizadamente as punições impostas pela temida polícia secreta de Habré.

A defesa do antigo ditador argumentou que ele poderia desconhecer os abusos.

O tribunal especial foi criado pela União Africana no âmbito de um acordo com o Senegal, tratando-se da primeira vez que um país processou um antigo líder de outra nação por abuso de direitos humanos.

Ativistas esperam que o caso histórico encoraje outros a realizarem processos semelhantes.

Reed Brody, um advogado da organização de defesa dos direitos humanos Human Rights Watch que trabalhou nos últimos 15 anos com as vítimas para levar Habré à justiça, disse que a condenação é uma advertência para outros déspotas.

"Este veredicto envia uma poderosa mensagem de que os dias em que os tiranos podiam brutalizar o seu povo, pilhar a sua riqueza e escapar para uma vida de luxo no estrangeiro estão a acabar", indicou num comunicado.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.