sicnot

Perfil

Mundo

Milhões de venezuelanos passam horas nas filas para comprar alimentos e medicamentos

Milhões de venezuelanos passam horas nas filas para comprar alimentos e medicamentos

Fazer fila para tentar comprar alimentos ou medicamentos aos preços tabelados pelo Estado passou a fazer parte da rotina de milhões de venezuelanos. Para a esmagadora maioria esta passou a ser a única forma de escapar à inflação galopante que todos os dias faz encolher os salários. A reportagem é dos enviados da SIC à Venezuela, Sofia Arede e Odacir Júnior.

  • Portugueses na Venezuela temem conflito armado
    3:21

    Mundo

    Entre os portugueses que vivem na Venezuela cresce o temor de que a crise política e económica se transforme num conflito armado. Os enviados da SIC à Venezuela falaram com casal de portugueses que vivem no país para tentar perceber como tentam contornar as dificuldades.

  • Venezuelanos têm medo de um "banho de sangue"
    1:56

    Mundo

    A falta de alimentos e medicamentos e as longas filas à porta dos supermercados estão a preocupar os venezuelanos que têm receio que o país possa mergulhar numa crise profunda como a que viveu no final da década de 80. Segundo os relatos dos enviados especiais da SIC ao país vive-se um clima de terror e há receio de um "banho de sangue". A jornalista da SIC, Sofia Arêde está na Venezuela a acompanhar os últimos desenvolvimentos.

  • Governo vai avaliar situação da associação Raríssimas
    1:41

    País

    O Governo promete avaliar a situação da instituição Raríssimas e agir em conformidade, depois da denúncia de alegadas irregularidades na gestão financeira. A presidente da instituição terá usado dinheiro da Raríssimas para gastos pessoais como vestidos de alta-costura e alimentação. Esta é uma instituição que apoia doentes e famílias que convivem de perto com doenças raras. 

  • Diáconos permanentes: quem são e que cargo ocupam na comunidade católica
    10:04
  • Múmia quase intacta descoberta em Luxor
    1:23

    Mundo

    O Egito anunciou, este sábado, a descoberta de dois pequenos túmulos com 3.500 anos na cidade de Luxor. Foram também encontrados uma múmia em bom estado de conservação, uma estátua do deus Ámon Ra e centenas de artefactos de madeira e cerâmica ou pinturas intactas.