sicnot

Perfil

Mundo

Partido alemão debaixo de fogo após comentário sobre Jérôme Boateng

A Alternativa para a Alemanha (AfD) está debaixo de fogo, após um comentário do vice-presidente do partido sobre o jogador de futebol Jérôme Boateng, do Bayern de Munique e da seleção alemã. Alexander Gauland declarou a um jornal que "as pessoas acham [Boateng] um bom jogador de futebol, mas não o querem um como vizinho".

reuters

O comentário desencadeou uma condenação generalizada imediata.

"Não é a primeira vez que somos confrontados com declarações desse tipo", afirmou. "Não há o que comentar. Essas pessoas perdem a credibilidade por conta própria", respondeu o diretor desportivo da seleção alemã, Oliver Bierhoff.

A declaração de Gauland foi de "baixo nível e inaceitável", afirmou por sua vez o ministro da Justiça, Heiko Maas.

O próprio líder da AfD reagiu aos comentários e pediu desculpas pela "impressão que desencadearam".

As declarações de Gauland foram publicadas na edição de domingo do jornal Frankfurter Allgemeine.

Boateng nasceu em Berlim e é filho de mãe alemã e pai ganês.

Face às reações aos seus comentários, Gauland negou entretanto ter insultado Boateng e afirmou que estava a descrever a forma de pensar de algumas pessoas.

"Eu nunca insultei o senhor Boateng, como é insinuado pelo FAS. Eu não o conheço e jamais pensaria em rebaixá-lo como pesso", disse.

O jornal afirmou que a declaração foi dada numa conversa de Gauland com dois jornalistas e reiterou que ela foi reproduzida corretamente.

  • Morreu Miguel Beleza, antigo ministro das Finanças e governador do BdP
    1:34
  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.