sicnot

Perfil

Mundo

Sequestros relacionados com jogo em Macau aumentaram quase um terço no primeiro trimestre

Os crimes relacionados com o jogo em Macau, ocorridos dentro ou fora dos casinos, aumentaram no primeiro trimestre, com o número de sequestros a subir quase um terço, anunciaram hoje as autoridades.

© Tyrone Siu / Reuters

Segundo os dados hoje divulgados pelo secretário para a Segurança de Macau, entre janeiro e março, foram sinalizados 89 casos de sequestro (vulgarmente conhecido por cárcere privado) -- mais 32,8% do que nos primeiros três meses de 2015 -- ocorridos fora dos casinos, envolvendo 241 suspeitos, incluindo 136 detidos, e um total de 94 vítimas.

Os casos de usura também sofreram um significativo aumento (55,9% em termos anuais homólogos), com o registo de 106 ocorrências.

Apesar do aumento, tanto do sequestro como da usura, ambos em termos anuais, o secretário para a Segurança, Wong Sio Chak, destacou a descida na comparação trimestral, que a maioria aconteceu no interior dos casinos, e ainda que não há indícios de que esses crimes extravasem esse ambiente, pelo que a sua ocorrência não teve "impacto na segurança da sociedade de Macau".

Neste sentido, realçou a manutenção de uma "taxa zero" ou "uma casuística muito baixa" da criminalidade grave e violenta, como homicídio, rapto e associação secreta, sendo que, entre janeiro e março, foram registados quatro casos de associação criminosa -- mais um face a igual período de 2015.

No total, foram sinalizados 181 casos no âmbito da criminalidade violenta - mais 24% -, sem que haja registo de homicídios ou raptos, com a subida a ser antes impulsionada em particular pelo aumento dos casos de sequestro e de tráfico de droga.

Em paralelo, como sublinhado no balanço da criminalidade hoje apresentado, a Polícia Judiciária não recebeu "informações sobre qualquer anormalidade no comportamento de associações secretas devido ao ajustamento das receitas do jogo", em queda desde junho de 2014.

"O ajustamento no setor do jogo ainda não trouxe quaisquer consequências para a situação da segurança em Macau", frisou Wong Sio Chak.

Em termos gerais, a criminalidade diminuiu 7,1%, com 3.333 delitos no primeiro trimestre do ano, a maior parte dos quais incluídos no grupo dos crimes contra o património (1.914 casos ou menos 8,6%), liderado pelo furto (868 casos ou menos 8,9%).

Seguem-se, por dimensão, os crimes contra a pessoa - mais 2,8% - que dizem respeito principalmente a ofensas simples à integridade física (371 ou menos quatro casos).

As autoridades sinalizaram ainda nove casos de violação - mais dois - e três de abuso sexual de crianças - mais um do que nos primeiros três meses de 2015.

Já o tráfico de droga aumentou de 28 para 48 casos, enquanto o consumo de 18 para 25.

Os casos de delinquência juvenil subiram de 10 para 16 em termos anuais homólogos.

Em sentido inverso, ressalta a diminuição do número de imigrantes ilegais e/ou pessoas em excesso de permanência para 7.431 - contra os 8.781 sinalizados em igual período do ano passado.

Lusa

  • Défice cai 1.900 milhões até agosto

    Economia

    O défice das administrações públicas foi de 2.034 milhões de euros até agosto, uma "melhoria de 1.901 milhões" face ao mesmo período de 2016, segundo o Governo, que justifica com aumento superior a 4% da receita.

  • Coreia do Norte acusa Trump de declarar guerra

    Mundo

    A Coreia do Norte acusou hoje o Presidente norte-americano de ter "declarado a guerra". O chefe da diplomacia norte-coreana ameaçou abater todo e qualquer bombardeiro dos EUA que se aproxime do território.

  • Morreu a egípcia que chegou a pesar 500 quilos

    Mundo

    A egípcia Eman Ahmed Abd El Aty, de 37 anos, que chegou a pesar 500 quilos, morreu num hospital de Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, devido a complicações cardíacas na sequência do seu excesso de peso.

  • Atores recriam cena em que um homem é vítima de violência doméstica
    1:35
  • Ministério Público admite eventual detenção do presidente do governo da Catalunha
    2:24
  • "Bispo vermelho"

    "Recebia trabalhadores e sindicalistas, batia à porta de políticos e empresários, andava pelas ruas da cidade ao encontro dos que das ruas da cidade faziam casa". Joaquim Franco evoca Manuel Martins, o "bispo vermelho".

    Joaquim Franco

  • Apreendidos quase 7.000 comprimidos ilegais vendidos pela internet
    1:43

    País

    O Infarmed e a Autoridade Tributária apreenderam perto de 7.000 unidades de comprimidos ilegais.A apreensão aconteceu no âmbito de uma operação internacional da Interpol de combate aos medicamentos ilegais vendidos pela internet, explicou à SIC Luís Sande e Castro, diretor da Unidade de Inpeção do Infarmed.

  • Criar galinhas na cozinha, guerras no fogão, e drones dentro de casa
    7:28
  • Passageiro detido com 1 kg de ouro no reto

    Mundo

    Os funcionários da alfândega do aeroporto de Colombo, Sri Lanka, estranharam o comportamento de um passageiro que "caminhava com dificuldade". Um exame completo revelou a valiosa carga que levava escondida... no tubo intestinal.