sicnot

Perfil

Mundo

Atletas podem continuar a correr na gravidez

É seguro as atletas continuarem a correr na gravidez, sustenta um estudo publicado na revista British Journal of Sports Medicine. O relatório afirma que as atletas que continuam a correr quando engravidam não têm mais riscos de vir a desenvolver complicações na gravidez nem deformações nos fetos.

ap

"Há apenas alguns estudos de qualidade sobre a gravidez nas atletas de elite ou nas que fazem muito exercício. Muitas fazem-no e isso não as afeta de forma negativa", afirma a professora Kari Bo, da Universidade Norieguesa de Ciências Desportivas.

O estudo foi encomendado pelo Comité Olímpico Internacional e vai ser publicado em cinco partes no British Journal of Sports Medicine.

As mulheres grávidas têm uma melhor regulação da temperatura e maior capacidade cardiovascular. As alterações hormonais podem fazê-las sentir mais flexíveis nas articulações e o aumento da concentração de glóbulos vermelhos significa mais oxigénio no organismo.

Estudos indicam que as atletas de elite que treinam durante e depois da gravidez podem aumentar entre 5 a 10% o seu consumo máximo de oxigénio nos meses a seguir ao parto.

"As mulheres atletas têm uma óptima distribuição do sangue, pelo que o exercício não parece fazer mal ao feto. Ao mesmo tempo, é óvio que a placenta é melhor nutrida quendo se faz exercício", explica Kari Bo.

O exercício aeróbico e de força, reitera o estudo, reduz o risco de diabetes e aumenta o bem estar psíquico.

O melhor, sustenta, é cada mulher saber qual o seu limite e parar ou diminuir o exercício quando - ou se - não se sentir confortável.

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.