sicnot

Perfil

Mundo

Dinamarca vai retirar transexualidade da lista de doenças mentais

A comissão dos assuntos de saúde do parlamento da Dinamarca decidiu esta terça-feira por unanimidade retirar a transexualidade da lista de doenças mentais divulgada pela Direção-geral de Saúde daquele país. A medida entrará em vigor a 1 de janeiro de 2017.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Eric Gaillard / Reuters

"Os transexuais na Dinamarca sentem como um estigma o facto de estarem ligados a um diagnóstico de doença mental dentro dos distúrbios de comportamento", declarou o porta-voz para os assuntos de saúde do Partido Social-democrata dinamarquês, Flemming Møller Mortensen.

A proposta inicial foi apresentada em fevereiro passado pela Lista Unitária - Aliança Vermelha e Verde (esquerda) e pela A Alternativa (uma nova formação ecologista de centro), tendo reunido o apoio posteriormente das restantes forças partidárias do parlamento dinamarquês e de várias organizações como a Amnistia Internacional e diversos grupos de defesa dos direitos da comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transgénero).

"É um grande passo para os transexuais dinamarqueses e em todo o mundo que os políticos dinamarqueses tenham aprovado de forma tão clara a retirada da transexualidade da lista de doenças mentais. Isto faz da Dinamarca um país pioneiro para os seus direitos", referiu a secção dinamarquesa da Amnistia Internacional, num comunicado.

A Dinamarca permite desde setembro de 2014 que os transexuais mudem de sexo legalmente, sem necessidade de fazer qualquer intervenção cirúrgica ou de ter um diagnóstico médico.

Lusa

  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.