sicnot

Perfil

Mundo

Hamas executa três condenados à morte

O procurador-geral nomeado pelo movimento de resistência islâmica Hamas, no poder na Faixa de Gaza, anunciou que três condenados à morte foram hoje executados, ao amanhecer e secretamente.

reuters

Ismail Jaber não adiantou de que forma os três homens, condenados por homicídio, foram executados. O Hamas indicou que as famílias das vítimas exigiram a execução das sentenças.

O procurador-geral tinha defendido recentemente que os criminosos de direito comum fossem executados em praça pública, tratamento habitualmente reservado aos palestinianos acusados de colaborar com o inimigo israelita.

Vários dirigentes do Hamas pediram recentemente às autoridades judiciárias, nas mãos do movimento islamita desde que tomou o poder pela força em Gaza, em 2007, a execução de 13 homens atualmente no corredor da morte por crimes de direito comum.

Este apelo levou vários defensores dos direitos humanos e organizações internacionais a pedir ao Hamas que renunciasse às execuções.

Mas o procurador-geral deixou claro que mais condenados poderão ser executados em breve.

"Executar todas as decisões judiciárias é um dever legal para proteger a sociedade", advertiu o seu gabinete.

Em comunicado, o gabinete de Ismail Jaber defendeu a legalidade das condenações e afirmou que "todas as etapas jurídicas" e as "garantias legais dos acusados foram respeitadas" durante o processo

  • Suspeito de atropelamento mortal fala de acidente 
    2:00
  • Autoridades garantem ter evitado novo ataque terrorista em Londres
    0:59

    Mundo

    A polícia britânica garante que evitou um novo atentado em Londres. Mulher baleada faz parte das oito pessoas que foram detidas numa operação antiterrorista na capital britânica e no sul de Inglaterra. A operação realizou-se após a detenção de um homem com três facas, nas imediações do Parlamento britânico.

  • Presidente da Macedónia convocou reunião de emergência

    Mundo

    O Presidente da Macedónia, Gjorge Ivanov, convocou esta sexta-feira uma reunião de emergência com líderes políticos, após manifestantes, maioritariamente apoiantes da maioria conservadora, invadirem o Parlamento e atacarem deputados da oposição, fazendo 77 feridos.

  • Polícia espanhola divulga imagens de operação anti-jihadista

    Mundo

    A polícia espanhola divulgou esta sexta-feira novas imagens da operação anti-jihadista levada a cabo na terça-feira em Barcelona. Sabe-se agora que dois dos nove suspeitos detidos podem estar relacionados com a célula terrorista de Bruxelas, responsável pelos ataques no Aeroporto de Zaventem e no metro da capital belga.