sicnot

Perfil

Mundo

Quatro genes dão a forma ao nariz

Foram identificados os quatro genes que determinam o tamanho e a forma do nariz. Um quinto gene é responsável pela protuberância do queixo.

© Eric Gaillard / Reuters

Grego, aquilino, adunco, de falcão, pequeno, arrebitado, achatado... a forma do nariz não é apenas um capricho da natureza, tem quatro genes responsáveis pela sua "construção".

O estudo, publicado na revista Nature Communications, analisou 6 mil pessoas com as mais variadas ascendências na América Latina para estudar as diferenças faciais e identificar quais os genes que determinam o tamanho do nariz e do queixo.

Os cientistas da University College de Londres identificaram cinco genes: DCHS2, RUNX2, GLI3 e PAX1 afetam o tamanho e a forma do nariz; o gene EDAR - determina a protuberância do queixo.

As diferentes características dos narizes são fruto da evolução, dependendo do meio ambiente. Assim, o nariz relativamente direito dos europeus resulta da adaptação a um clima frio e seco.

A descoberta dos genes permitirá assim explorar de que forma o meio ambiente influenciou a evolução do ser humano. Além disso, ajudará a entender melhor e tratar problemas de desenvolvimento, bem como aperfeiçoar a reconstrução facial.

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.