sicnot

Perfil

Mundo

Aumenta para sete o número de mortos na Alemanha devido a inundações

As inundações provocadas pela chuva na Alemanha provocaram hoje a morte a três pessoas, que ficaram retidas em sua casa, aumentando para sete o número de vítimas mortais devido ao mau tempo, anunciaram as autoridades locais.

© Michaela Rehle / Reuters

Os serviços de socorro da Baviera encontraram três cadáveres dentro de uma casa em Simbach am Inn, uma cidade de cerca de 10 mil habitantes, anunciou ao início da noite o presidente do distrito, sem especificar sexo e idade das vítimas.

Na região de Baden-Wurttemberg, as inundações de domingo provocaram a morte a quatro pessoas e ferimentos em 10.

Na quarta-feira, dois distritos da Baviera, Rottal-Inn e Passau, localizados na fronteira com a Áustria, foram colocados sob estado de catástrofe, depois do aumento das águas ter provocado o corte de estradas e pontes e obrigado as pessoas a procurarem refúgio nos telhados.

Na cidade de Triftern, cerca de 50 crianças vão passar a noite de hoje a dormir na escola, onde é impossível chegar por estrada devido às inundações.

Lusa

  • Chuvas torrenciais inundaram várias regiões de França, Alemanha e Bélgica
    1:27

    Mundo

    As chuvas torrenciais que estão a cair na Europa já inundaram várias regiões de França, Alemanha e Bélgica. As autoridades francesas pediram à população que vive junto às margens do rio Sena para se proteger das cheias, que devem atingir várias localidades nas próximas horas. Os turistas foram também aconselhados a evitarem passeios à beira rio em Paris. Os temporais já causaram quatro mortos na Alemanha e dezenas de feridos em França.

  • Chamas passaram por cima da A23
    1:06

    País

    A A23 esteve cortada ao longo do dia por causa do fumo e das chamas. Em direto para a SIC Notícias, perto das 18h30, os repórteres da SIC presenciaram o momento em que o fogo passou por cima da autoestrada da Beira Interior.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira