sicnot

Perfil

Mundo

Casais chineses compram cada vez mais esperma no mercado negro

Casais chineses estão a recorrer cada vez mais ao circuito de venda ilegal de esperma, que é ejetado diretamente na mulher, através do uso de uma seringa ou via relações sexuais, relata a imprensa local.

Espermatozóide humano.

Espermatozóide humano.

M-H Perrard

Segundo o jornal oficial Global Times, os bancos de esperma do país não conseguem responder à crescente procura, devido à falta de doadores e pouca qualidade do sémen disponível.

Num banco na província de Shaanxi, região oeste, por exemplo, apenas 100 em cada 1.000 candidatos a doadores passam nas análises preliminares, indicam dados recolhidos pela revista China Business View.

Como resultado, os casais inférteis têm de esperar entre um e dois anos para obter esperma doado, escreve a publicação.

E apesar dos incentivos financeiros - alguns hospitais oferecem até 5.000 yuan (perto de 680 euros), mais de três vezes o salário mínimo em Pequim, por 40 mililitros de sémen - muitos doadores optam pelo mercado 'negro', onde não são sujeitos a análises clínicas e podem ter sexo grátis, explica o diário The Beijing News.

O portal www.juanjing.net é um dos vários que promove o encontro entre casais e doadores.

Através daquela plataforma, homens - a maioria na casa dos 20 - exibem os seus atributos, como grau académico, profissão e até a longevidade dos avôs, visando provar a qualidade dos seus genes.

'Jerry Lee', 41 anos, por exemplo, "tem um coração puro", é doutorado numa universidade britânica, não fuma, bebe um copo de vinho "de vez em quando" e gosta de natação e correr ao ar livre.

O portal, no entanto, não garante a veracidade dos perfis nem exige qualquer tipo de certificação.

A imprensa chinesa cita médicos e advogados, alertando para os riscos de contrair doenças e para questões éticas, mas diz não existir ainda uma regulação legal que impeça este tipo de transação.

Apesar da China ter já mais residentes em áreas urbanas do que rurais, a família continua a ser fundamental na sociedade chinesa, com o casamento e ter filhos a constituírem quase um dever.

Um inquérito citado pela imprensa oficial revela, no entanto, que a percentagem de chineses inférteis aumentou de três por cento, em 1980, para 12,5% atualmente.

Lusa

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.

  • O momento em que Trump quis ser um camionista

    Mundo

    O Presidente norte-americano Donald Trump reuniu-se esta quinta-feira com representantes da indústria de camionagem. Não é apenas do encontro que lhe falamos, mas principalmente da invulgar receção feita por Trump, que entrou para um camião, fingiu que o conduzia e buzinou... em pleno jardim da Casa Branca.

  • FBI investiga possível campanha de espiões russos contra Hillary
    0:57

    Mundo

    A suspeita de ligação entre a equipa de Donald Trump e operacionais russos está a aumentar. A CNN diz que a equipa do Presidente do Estados Unidos da América se coordenou com os russos para atingir Hillary Clinton. O FBI está a investigar registos telefónicos, de viagens, relatórios e transações para offshores.

  • Mais de 20 milhões estão a morrer à fome em África

    Mundo

    África enfrenta a maior crise desde 1945, com mais de 20 milhões de pessoas a morrer de fome em três países, Sudão do Sul, Somália e Nigéria, disse esta quinta-feira um responsável do Programa Alimentar Mundial das Nações Unidas.

  • Jovem violada em direto no Facebook não se sente em segurança

    Mundo

    A jovem de 15 anos que foi abusada sexualmente por cinco ou seis homens durante um vídeo em direto para o Facebook está a receber tratamento. A mãe da jovem deu uma entrevista, na qual disse que a filha já não se sente em segurança na sua vizinhança, depois de receber ameaças na internet.

  • Menina "rouba" chapéu ao Papa
    0:27

    Mundo

    Estella Westrick tem apenas três anos, mas já conseguiu chegar aos jornais de todo o mundo, depois de "roubar" o chapéu do Papa. Durante uma visita da família na quarta-feira ao Vaticano, a criança - que não parece estar muito contente no vídeo - foi pegada ao colo por um dos funcionários do Vaticano, que a levou depois até ao Papa. Nesta altura, Estella aproveitou para tirar o solidéu episcopal, arrancando gargalhadas de toda a gente, especialmente do Papa Francisco.

  • O edifício mais longo do mundo

    Mundo

    Se pensa que já viu tudo em relação aos edifícios mais longos e complexos do mundo, pense duas vezes. O edifício mais longo do mundo pode estar prestes a chegar e promete fazer de Nova Iorque uma cidade ainda mais atrativa.