sicnot

Perfil

Mundo

Rede de piratas informáticos russos desmantelada

Uma vasta rede de piratas informáticos (hackers) russos que roubaram bancos e administrações públicas foi desmantelada pelos serviços secretos e pela polícia, indicou hoje o ministério do Interior russo, precisando que foram detidas 50 pessoas.

© Kacper Pempel / Reuters

Segundo as autoridades russas, foram efetuadas 86 buscas em 15 regiões do país.

Os hackers infligiram, desde 2015, perdas de mais de 3 milhões de rublos, mais de 40 milhões de euros, aos clientes dos bancos. A polícia impediu, com esta operação, possíveis perdas num montante de 2,7 mil milhões de rublos.

De acordo com o comunicado do Ministério do Interior, as buscas permitiram a apreensão de computadores, de material informático, cartões SIM e cartões bancários.

Os hackers infetavam os computadores em rede para, a seguir, lançar os ataques contra os "institutos financeiros e de crédito, contra as administrações públicas, para roubar".

Estes tipos de crimes são particularmente temidos devido às competências que os russos possuem nesta área e à complexidade dos ataques que realizam. São referenciados em casos de roubo ou fraude com recurso à informática, mas também são suspeitos de espionagem para a Rússia.

Em 2015, os sites oficiais da Chancelaria alemã, de Angela Merkel e do Bundestag foram alvo de um ataque informático, reivindicado por hackers russos.

No mesmo ano, o canal televisivo francês TV5 sofreu um ataque cibernético que foi reivindicado pelo Daesh, mas após uma investigação os autores foram mais tarde identificados como hackers russos pertencentes a um grupo chamado APT28.

Lusa

  • E agora, Constança? A ministra que não se demite
    2:54
  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03