sicnot

Perfil

Mundo

Cunhada da apresentadora Ana Hickmann que foi baleada agradece apoio no Instagram

A apresentadora brasileira Ana Hickmann foi vítima de uma tentativa de homicídio por parte de um fanático. O homem invadiu o quarto de hotel onde estava alojada ex-modelo, disparou sobre a cunhada de Hickmann e acabou por ser morto pelo cunhado da apresentadora, que reagiu disparou sobre o agressor. Giovana teve hoje alta hospitalar.

Giovana Alves de Oliveira deixou esta quinta-feira o Hospital Síria Libanês, onde estava internada desde o dia 25 de maio, depois de ter sido transferida da Região Metropolitana de Belo Horizonte.

No Instagram, a cunhada da apresentadora agradece a todos que a apoiaram, em especial ao cabeleireiro Júlio Figueiredo, que a tirou do hotel e a levou para o hospital depois de ter sido baleada.

De acordo com a assessoria de Ana Hickmann, Giovana já prestou declarações às autoridades brasileiras assim como um irmão do fã e um segurança do hotel.

O fã estaria no mesmo hotel e terá obrigado o cunhado de Hickmann, Gustavo Correa, a ir até ao quarto onde estava a apresentadora e a sua esposa Giovana.

Através do perfil de Giovana, Gustavo Correa também agradeceu a preocupação de todos dizendo que "não há o que fazer a não ser aguardar".

A família do fã, Rodrigo Augusto de Pádua, admitiu saber do fascínio do jovem fã pela modelo.

  • Fanático tenta assassinar apresentadora brasileira
    3:22

    Mundo

    A apresentadora brasileira Ana Hickmann foi vítima de uma tentativa de homicídio por parte de um fanático. O homem invadiu o quarto de hotel da ex-modelo, disparou sobre a cunhada de Hickmann e acabou por ser morto pelo cunhado da apresentadora, que reagiu contra o agressor. A apresentadora deu uma entrevista menos de 24 horas depois do ataque a contar o que se passou. O caso está a chocar o Brasil, também porque a Rede Globo recusou-se a dar a notícia.

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.