sicnot

Perfil

Mundo

Inundações em Paris obrigam Louvre a fechar

O Museu do Louvre em Paris vai fechar amanhã para serem retiradas peças de arte, se for necessário. Isto, porque o rio Sena continua a subir e as inundações podem ser iminentes.

© Regis Duvignau / Reuters

"O museu será fechado ao público amanhã por precaução. Não há qualquer perigo para o público ou para os empregados, mas o encerramento vai ajudar-nos a remover algumas das coleções de arte se for necessário", dizia no email do museu a que a Agência Reuters teve acesso.

Depois de vários dias de chuvas torrenciais, o Governo francês declarou o alerta laranja para o centro de Paris, devido às cheias causadas pela subida do rio Sena.

  • Chuvas torrenciais inundaram várias regiões de França, Alemanha e Bélgica
    1:27

    Mundo

    As chuvas torrenciais que estão a cair na Europa já inundaram várias regiões de França, Alemanha e Bélgica. As autoridades francesas pediram à população que vive junto às margens do rio Sena para se proteger das cheias, que devem atingir várias localidades nas próximas horas. Os turistas foram também aconselhados a evitarem passeios à beira rio em Paris. Os temporais já causaram quatro mortos na Alemanha e dezenas de feridos em França.

  • Mau tempo na Europa faz sete mortos
    1:45

    Mundo

    Aumentou para sete o número de vítimas mortais das inundações que estão a afetar o estado da Baviera, na Alemanha. Em França, na Região parisiense, uma mulher morreu vítima das cheias.

  • Avioneta despenha-se em centro comercial de Melbourne

    Mundo

    Uma avioneta com cinco pessoas a bordo caiu num centro comercial perto do aeroporto de Essendon em Melbourne. Segundo a polícia do estado de Vitória tratava-se de um voo charter com destino a King Island, situada entre a parte continental da Austrália e a ilha da Tasmânia.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • Jornalista bielorrusso come jornal após perder aposta

    Desporto

    Vyacheslav Fedorenko, editor de desporto de um importante jornal da Bielorrúsia, apostou que o Dinamo Minsk não chegaria aos play-offs da Kontinental Hockey League (KHL), uma liga internacional dominada por equipas russas. Perdeu e acabou a comer as próprias palavras, impressas em papel.