sicnot

Perfil

Mundo

Panda nasce em zoo na Bélgica

Um panda deu à luz, esta quinta-feira, num jardim zoológico belga, três meses depois de o zoo ter recorrido à inseminação artificial com ajuda de especialistas chineses.

facebook.com/JardinDesMondes/photos/a.189666927766228.46429.181634965236091/1046633592069553/?type=3&theater

facebook.com/JardinDesMondes/photos/a.189666927766228.46429.181634965236091/1046633592069553/?type=3&theater

facebook.com/JardinDesMondes/photos/pcb.1046587608740818/1046576065408639/?type=3&theater

facebook.com/JardinDesMondes/photos/pcb.1046587608740818/1046576065408639/?type=3&theater

facebook.com/JardinDesMondes/photos/pcb.1046587608740818/1046579208741658/?type=3&theater

facebook.com/JardinDesMondes/photos/pcb.1046587608740818/1046579208741658/?type=3&theater

O nascimento, ocorrido no jardim zoológico Pairi Daiza, aconteceu durante a noite e foi comunicado esta quinta-feira. O Pairi Daiza partilhou as fotografias do panda bébé nas redes sociais, onde se vê a mãe com a cria bébé na boca.

A gravidez de Hao Hao foi anunciada há cerca de duas semanas e foi fruto de inseminação artificial. Depois da Áustria e da Espanha, este é o terceiro país a acolher o nascimento de um panda.

Eric Domb, diretor do zoo, está radiante mas alerta também para o facto de apenas uma em duas crias de panda sobreviverem nos primeiros três meses.

  • Fuzileiros continuam no terreno a ajudar população
    3:03
  • Família Obama de férias na Indonésia

    Mundo

    Das águas claras de Bali aos encantos dos templos de Java, o antigo Presidente norte-americano Barack Obama levou a esposa e as filhas de férias numa aventura de (re)descobertas por um país onde Obama viveu durante quatro anos da sua infância.

    SIC

  • NotPetya: Lourenço Medeiros explica o novo ciberataque global
    2:44
  • Desacatos no aeroporto de Faro deixam turistas britânicos em terra
    1:46

    País

    Cinco pessoas, que integravam o grupo de turistas britânicos que nos últimos dias causou desacatos em Albufeira, foram ontem impedidas de regressar a Inglaterra. Agressões no aeroporto e desacatos à entrada do avião levaram os comandantes de dois voos a recusar levar aqueles passageiros.