sicnot

Perfil

Mundo

Punhal de Tutankhamon construído a partir de ferro meteórico

A análise científica de um punhal com 3.300 anos, que foi enterrado com o faraó Tutankhamon, apoia a teoria de que este foi construído a partir de ferro meteórico, de acordo com um novo estudo.

© Reuters Photographer / Reuter

"O nosso estudo confirma que os antigos egípcios atribuíram grande valor ao ferro meteórico para a produção de objetos preciosos," afirmaram os cientistas italianos e egípcios que realizaram o raio x para analisar o punhal.

O faraó Tutankhamon morreu com 19 anos em 1324 AC depois de apenas nove anos no trono.

O seu túmulo, descoberto em 1922 pelo egiptólogo britânico Howard Carter, continha artefactos incluindo uma máscara de ouro com 11kg, que na altura revitalizou o interesse global na egiptologia.

De acordo com os autores deste estudo, Howard Carter encontrou o punhal na coxa direita do faraó, embrulhado no revestimento da múmia.

Estes achados condizem com uma análise feita a um cemitério com 5.000 anos da vila egípcia El-Gerzeh, em 2013. Os artigos analisados em 2013 mostram que os primeiros artefactos de ferro encontrados foram construídos a partir de um meteorito, segundo um artigo publicado em maio na revista Meteoritics & Planetary Science.

Como resultado, "sugerimos que os antigos egípcios atribuíram grande valor ao ferro meteorítico para a produção de ornamentos ou objetos cerimoniais," afirmaram os cientistas responsáveis pelo estudo.

A qualidade do punhal "sugere uma mestria significativa de trabalho com ferro na altura de Tutankhamon", acrescentam os cientistas.

Outros artefactos antigos feitos de ferro foram encontrados em variadas outras partes do mundo e identificados como sendo de origem meteorítica, os cientistas esclareceram.

Lusa

  • Família perde tudo na aldeia de Queirã
    2:32
  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08

    País

    A chuva que caiu nos últimos dias não deverá ter impactos relevantes na dominuição da seca e, por isso, o risco de incêndios vai voltar a aumentar com nova subida das temperaturas. Os termómetros podem chegar aos 30 graus entre domingo e quarta-feira.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão