sicnot

Perfil

Mundo

Sonda Rosetta já funciona e está "numa órbita a 30 km" do cometa 67P

A Agência Espacial Europeia (ESA) informou hoje que a sonda Rosetta já está a funcionar com normalidade, depois de se ter perdido o contacto com o aparelho durante cerca de 24 horas no fim de semana.

O encontro entre o cometa e o Sol permitiu enriquecer a abundante colheita de dados da sonda europeia Rosetta, que vai permitir compreender melhor o surgimento da vida na Terra. (Arquivo)

O encontro entre o cometa e o Sol permitiu enriquecer a abundante colheita de dados da sonda europeia Rosetta, que vai permitir compreender melhor o surgimento da vida na Terra. (Arquivo)

© NASA NASA / Reuters

"Perdemos o contacto com a sonda no sábado à noite durante perto de 24 horas", disse hoje Patrick Martin, responsável da missão Rosetta na AEE, interrogado pela agência France Presse.

"A sonda voltou a um modo normal e os seus instrumentos recomeçaram a trabalhar", indicou, adiantando que a sonda está "numa órbita a 30 quilómetros" do cometa "Tchouri".

Lançada em 2004, a sonda europeia está em órbita junto ao cometa Tchourioumov-Guérassimenko desde agosto de 2014.

Segundo análises preliminares, os visores que permitem à sonda orientar-se registaram no sábado problemas devido a poeiras. A sonda já tinha tido problemas nos visores a 14 de fevereiro e a 28 de março de 2015.

O fim da missão da Rosetta, que estuda a origem e a evolução do sistema solar, deverá ocorrer "provavelmente" a 30 de setembro, segundo a AEE.

Lusa

  • Portugal vai fechar fronteiras durante a visita do Papa

    País

    O Conselho de Ministros aprovou hoje a reposição temporária do controlo de fronteiras durante a visita do papa Francisco em maio a Fátima. A reposição do controlo de fronteiras decorrerá entre 00:00 de 10 de maio e as 00:00 de 14 de maio.

  • "Civis devem ser prioridade absoluta no Iraque", diz Guterres

    Mundo

    O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, chegou hoje ao Iraque para abordar a situação da ajuda humanitária, e pediu que a proteção dos civis seja a "prioridade absoluta" à medida que as forças iraquianas batalham para retomar Mossul.

  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42
  • E depois do Brexit?
    3:42
  • Britânicos a viver no Algarve falam em desilusão
    2:32

    Brexit

    Para muitos dos britânicos que vivem no Algarve, o Brexit é a confirmação de que o resultado surpreendente do referendo não tem retorno. Certificados de residência e até a dupla nacionalidade são questões que a partir de agora passam a estar em cima da mesa.