sicnot

Perfil

Mundo

Cinzas dos incêndios no Canadá chegam à Suíça

As cinzas e poeiras geradas pelos grandes incêndios que assolaram o oeste do Canadá, em maio, chegaram à Suíça, anunciaram hoje os meteorologistas suíças.

© Handout . / Reuters

"Os fogos injetaram uma enorme quantidade de poeira na atmosfera", cuja presença "é atualmente medida na Suíça", afirmaram as autoridades meteorológicas num relatório publicado na sua página eletrónica e apresentado hoje numa conferência de imprensa.

A MeteoSuisse refere ainda que foi possível determinar, a partir de imagens de satélite, que as partículas observadas na estação de medição em Payerne, a oeste de Fribourg, entre 24 e 25 de maio, tinham sido emitidas no oeste do Canadá, a 19 e 20 de maio.

As concentrações medidas na Suíça não representam qualquer risco para a saúde, garantiram as autoridades.

Cerca de 100.000 pessoas foram evacuadas com urgência a área de Fort McMurray no início de maio devido a um enorme incêndio florestal.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.