sicnot

Perfil

Mundo

Ex-diretor da Petrobras diz que Dilma mentiu sobre compra de refinaria

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró afirmou que a Presidente com mandato suspenso, Dilma Rousseff, mentiu sobre a compra da refinaria de Pasadena e que deveria saber que políticos do Partido dos Trabalhadores (PT) recebiam subornos.

© Rodolfo Buhrer / Reuters

Numa delação premiada (prestação de informações em troca de redução de pena) tornada pública esta quinta-feira e citada pela imprensa local, Nestor Cerveró disse que "Dilma Rousseff tinha todas as informações sobre a refinaria de Pasadena", conhecendo-as ao detalhe.

Segundo o ex-diretor da Petrobras, que está preso desde janeiro de 2015, o Conselho de Administração, na altura presidido por Dilma Rousseff, não aprovava temas com base em resumos executivos, sendo que quando havia alguma dúvida, eram solicitados esclarecimentos, o que não aconteceu neste caso.

Assim, o delator disse que "não corresponde à realidade" a afirmação da Presidente temporariamente afastada de que aprovou a compra da refinaria, em 2006, porque não tinha informações completas.

Nestor Cerveró acrescentou que "houve certa pressa" na aprovação do projeto pelo conselho.

O Tribunal de Contas da União considerou que as operações para adquirir a refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, deram um prejuízo de 792 milhões de dólares (710 milhões de euros) à estatal.

O delator entendeu que Dilma Rousseff deveria saber que políticos do PT recebiam subornos oriundos da Petrobras, mas não teve conhecimento de nenhum pedido de suborno feito por ela.

Nestor Cerveró relatou um encontro entre Delcídio Amaral e Dilma Rousseff em que ela terá dito ao ex-senador que "cuidaria dos meninos", ou seja, tiraria Nestor Cerveró e Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras, da prisão.

Lusa

  • Novo dia de protestos contra expropriações na ilha do Farol
    2:30

    País

    A sociedade Polis Ria Formosa concluiu a tomada de posse das construções identificadas como ilegais na ilha do Farol, na Ria Formosa, em Faro. No segundo dia da operação, sob fortes protestos da população, os técnicos da Polis, escoltados pela Polícia Marítima, expropriaram hoje mais 18 construções.

  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Zeca Afonso morreu há 30 anos
    1:11
  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira