sicnot

Perfil

Mundo

Ex-diretor da Petrobras diz que Dilma mentiu sobre compra de refinaria

O ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró afirmou que a Presidente com mandato suspenso, Dilma Rousseff, mentiu sobre a compra da refinaria de Pasadena e que deveria saber que políticos do Partido dos Trabalhadores (PT) recebiam subornos.

© Rodolfo Buhrer / Reuters

Numa delação premiada (prestação de informações em troca de redução de pena) tornada pública esta quinta-feira e citada pela imprensa local, Nestor Cerveró disse que "Dilma Rousseff tinha todas as informações sobre a refinaria de Pasadena", conhecendo-as ao detalhe.

Segundo o ex-diretor da Petrobras, que está preso desde janeiro de 2015, o Conselho de Administração, na altura presidido por Dilma Rousseff, não aprovava temas com base em resumos executivos, sendo que quando havia alguma dúvida, eram solicitados esclarecimentos, o que não aconteceu neste caso.

Assim, o delator disse que "não corresponde à realidade" a afirmação da Presidente temporariamente afastada de que aprovou a compra da refinaria, em 2006, porque não tinha informações completas.

Nestor Cerveró acrescentou que "houve certa pressa" na aprovação do projeto pelo conselho.

O Tribunal de Contas da União considerou que as operações para adquirir a refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, deram um prejuízo de 792 milhões de dólares (710 milhões de euros) à estatal.

O delator entendeu que Dilma Rousseff deveria saber que políticos do PT recebiam subornos oriundos da Petrobras, mas não teve conhecimento de nenhum pedido de suborno feito por ela.

Nestor Cerveró relatou um encontro entre Delcídio Amaral e Dilma Rousseff em que ela terá dito ao ex-senador que "cuidaria dos meninos", ou seja, tiraria Nestor Cerveró e Renato Duque, ex-diretor de serviços da Petrobras, da prisão.

Lusa

  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • "Não tenho que debater nada com Bruno de Carvalho, só tenho que fazer cumprir os estatutos" 
    10:43
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11