sicnot

Perfil

Mundo

Favorita Fujimori perde vantagem a dois dias das eleições no Peru

A candidata presidencial peruana Keiko Fujimori, filha do ex-presidente preso por crimes contra a humanidade, perdeu terreno para o adversário de centro-direita na reta final para as renhidas eleições do próximo domingo, mostraram as sondagens hoje divulgadas.

© Mariana Bazo / Reuters

Fujimori continua a ser a favorita na corrida à Presidência, contra o antigo banqueiro de Wall Street Pedro Pablo Kuczynski, mas, segundo três novas sondagens, a sua margem de avanço superior a cinco pontos percentuais sofreu uma redução.

Uma sondagem realizada nos dias 01 e 02 de junho pela empresa GfK atribuiu a Fujimori, de 41 anos, 50,3 % dos votos, contra 49,7% para Kuczynski, de 77 anos. O intervalo entre ambos situou-se dentro da margem de erro da sondagem, 2,3%.

"É claramente um empate técnico", disse o diretor da GfK, Hernan Chaparro, em conferência de imprensa.

Outra empresa de sondagens, a Datum, indicou que a sua sondagem, realizada a 31 de maio e 01 de junho, dava a Fujimori 52,1% dos votos e 47,9% para Kuczynski, que é conhecido como "PPK".

"PPK é ganhar apoio de votantes indecisos", explicou o diretor da Datum, Urpi Torrado.

A terceira sondagem, efetuada pela consultora CPI, atribuiu 51,6% dos votos a Fujimori e 48,4% a Kuczynski.

Uma sondagem anterior, conduzida a uma semana do escrutínio, dava a Fujimori um avanço de 5,3 pontos percentuais.

Desde então, ela enfrentou um debate televisivo difícil com Kuczynski e uma manifestação maciça contra ela em Lima, a 31 de maio.

A 30 de maio, a candidata que ocupa o terceiro lugar na primeira volta das eleições, a esquerdista Veronika Mendoza, anunciou o seu apoio a Kuczynski.

O diretor da CPI, Manuel Saavedra, estimou que há cerca de 5% de eleitores ainda indecisos, o que é o suficiente para virar o resultado contra a conservadora populista Fujimori, que é popular nas comunidades rurais pobres mas tem também uma elevada taxa de desaprovação.

Muitos peruanos associam-na ao autoritarismo do pai, Alberto Fujimori, que se encontra a cumprir pena de prisão por corrupção e massacre de opositores por ele acusados de terrorismo.

Cerca de 23 milhões de peruanos vão às urnas no domingo para escolher quem sucederá ao Presidente de esquerda Ollanta Humala.

Ambos os candidatos prometeram combater o crime e criar emprego no setor de exportação mineira, que faz do país uma das economias mais fortes da região.

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.