sicnot

Perfil

Mundo

Português retido em Timor diz estar a ser alvo de uma injustiça

Português retido em Timor diz estar a ser alvo de uma injustiça

O português retido em Timor há quase 20 meses em Dili, escreveu uma carta aberta às mais altas instâncias timorenses. Tiago Guerra diz estar a ser alvo de uma injustiça e pede às autoridades judiciais quem concluam as investigações com um arquivamento ou uma acusação do caso. O português, que já esteve detido 8 meses preventivamente, e a mulher são arguidos do processo que investiga branqueamento de capitais.Em causa está um depósito de 860 mil euros na conta bancária da empresa de consultoria do arguido.

  • Marcelo saúda "forma rápida" como Conselho de Ministros "tratou de tudo"
    1:03

    País

    O Presidente da República lembra que é preciso convergência de forma a adotar rapidamente as medidas mais urgentes do plano de emergência. No concelho de Tábua, Marcelo Rebelo de Sousa destacou ainda os esforços do Conselho de Ministros, mas lembrou que as medidas anunciadas são apenas o início de um processo e não o fim.