sicnot

Perfil

Mundo

Presidente moçambicano acusa Renamo de cometer atrocidades

O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, acusou quinta-feira a Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) de cometer atrocidades, apelando ao principal partido da oposição, "para não matar a esperança do povo".

© Grant Neuenburg / Reuters

"Moçambique vive hoje atrocidades perpetradas pela Renamo no centro do país, provocando mortes e sofrimento aos moçambicanos", disse Nyusi, citado pelo jornal O País, principal diário privado moçambicano, na cerimónia de graduação em licenciatura de estudantes do Instituto Superior de Ciências de Saúde (ISCISA), no âmbito da presidência aberta que realiza na capital moçambicana.

"Enquanto o vosso empenho (enfermeiros) é para acrescentar o valor à vida, reduzindo as mortes e sofrimento, há quem provoca mortes, matando e dificultando a vida dos moçambicanos", afirmou Filipe Nyusi.

Moçambique tem conhecido um agravamento dos confrontos entre as forças de defesa e segurança e o braço armado da Renamo, além de acusações mútuas de raptos e assassínios de militantes dos dois lados.

O principal partido da oposição recusa-se a aceitar os resultados das eleições gerais de 2014, ameaçando governar em seis províncias onde reivindica vitória no escrutínio.

As delegações do Governo moçambicano e da Renamo voltaram a reunir-se na quinta-feira pela terceira vez, desde a retoma de conversações entre as duas partes na semana passada, visando preparar as condições de um encontro entre Filipe Nyusi, e o líder da Renamo, Afonso Dhlakama.

As duas partes anunciaram na segunda-feira ter chegado a consenso sobre a proposta de agenda e os termos de referência do encontro, mas não adiantaram pormenores sobre o conteúdo do entendimento.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.