sicnot

Perfil

Mundo

Turista sob o efeito de droga morre por beber água demasiado rápido

Uma turista morreu em Amsterdão por ter bebido muita água em pouco tempo, quando estava sob o efeito de drogas, avançaram hoje vários órgãos de comunicação holandeses.

© Shannon Stapleton / Reuters

O cadáver foi encontrado hoje no hotel onde a vítima estava alojada, perto do Museu Van Gogh, na capital holandesa.

Fontes da polícia indicaram ao jornal Telegraaf que a turista ingeriu "muito mais do que dois litros de água", num curto espaço de tempo.

Beber uma alta quantidade de água em pouco tempo provoca a diminuição acentuada do sal no sangue e a inchação das células. Quando também as células cerebrais são afetadas, pode incorrer-se num coma ou morrer.

Os consumidores de ecstasy estão propensos a este tipo de intoxicação, pois a substância provoca desidratação e secura da boca.

Lusa

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.

  • G7 reforça compromisso na luta contra o terrorismo
    2:11