sicnot

Perfil

Mundo

Caudal do rio Sena parou de subir mas ainda há zonas submersas

Caudal do rio Sena parou de subir mas ainda há zonas submersas

Em Paris, o caudal do rio Sena deixou finalmente de subir mas as inundações causadas pelas fortes chuvadas dos últimos dias ainda ameaçam o centro de França. O mau tempo já provocou quatro mortos e 24 feridos. As autoridades acreditam que o pior já passou mas serão precisos pelo menos 10 dias para França voltar ao normal.

  • Zonas nos arredores de Paris são as mais afetadas pelas cheias
    1:37

    Mundo

    A França continua inundada devido à subida do nível das águas do rio Sena. A SIC falou hoje com um vereador na Câmara de Paris que relata que neste momento os barcos não podem navegar, há vários restaurantes inundados e danificados. Contudo, garante que as situações mais preocupantes, que têm originado mais chamadas para as autoridades, são fora da capital francesa.

  • Ligeira descida das águas do rio Sena

    Mundo

    O nível das águas do Sena desceu ligeiramente hoje de manhã, em Paris, pela primeira vez numa semana, para 6,07 metros cerca das 06:00 locais (04:00 TMG), depois de ter atingido os 6,10 metros durante a madrugada.

  • Prisão preventiva para marroquino suspeito de apoiar o Daesh

    País

    O juiz do Tribunal Central de Instrução Criminal impôs esta quinta-feira prisão preventiva ao cidadão marroquino, detido na Alemanha e entregue a Portugal, suspeito de adesão e apoio ao grupo extremista Daesh e recrutamento e financiamento ao terrorismo.

  • "A isto chama-se pura hipocrisia"
    1:13

    Caso CGD

    Pedro Passos Coelho classifica a atuação do Governo na gestão da Caixa Geral de Depósitos como um "manual de cinismo político insuportável", declarações feitas pelo líder do PSD durante a reunião do Conselho Nacional em Lisboa.