sicnot

Perfil

Mundo

Ligeira descida das águas do rio Sena

O nível das águas do Sena desceu ligeiramente hoje de manhã, em Paris, pela primeira vez numa semana, para 6,07 metros cerca das 06:00 locais (04:00 TMG), depois de ter atingido os 6,10 metros durante a madrugada.

JEREMY LEMPIN

Os dados foram divulgados pelo serviço de prevenção Vigicrues.

Após oito horas de subida contínua, o Sena regressou ao nível de sexta-feira às 20:00 em Paris, confirmando um abrandamento da subida das águas.

A ministra do Ambiente, Ségolène Royal, considerou na sexta-feira provável que o nível estabilizasse "entre os 6,10 metros e os 6,40 metros durante a noite".

Por enquanto mantém-se abaixo da marca de 1982 (6,18 metros) e longe da cheia histórica de 1910 (8,62 metros).

As "hipóteses mais desfavoráveis" do ministério apontam para um máximo de 6,50 metros.

A Météo-France espera cheias para este fim de semana, mas "sem comparação" com as registadas no anterior.

Face a uma subida do Sena ao nível mais alto dos últimos 30 anos, Paris adotou na sexta-feira uma série de medidas preventivas: os museus do Louvre e d ´Orsay permanecem encerrados, tal como os cais e os barcos, e foram erguidas barricadas.

As chuvas diluvianas que se abateram sobre a Europa esta semana, causaram pelo menos 16 mortes.

A subida das águas não fez estragos significativos na capital. À semelhança de outros 12 departamentos, Paris encontra-se em alerta laranja.

Lusa

  • Zonas nos arredores de Paris são as mais afetadas pelas cheias
    1:37

    Mundo

    A França continua inundada devido à subida do nível das águas do rio Sena. A SIC falou hoje com um vereador na Câmara de Paris que relata que neste momento os barcos não podem navegar, há vários restaurantes inundados e danificados. Contudo, garante que as situações mais preocupantes, que têm originado mais chamadas para as autoridades, são fora da capital francesa.

  • França enfrenta as piores cheias em mais de 50 anos
    4:08

    Mundo

    França está a viver as piores cheias em mais de 50 anos. Em Paris, o nível da água do Rio Sena continua a aumentar. A capital francesa está em risco máximo de inundações. A uma semana do início do Europeu de futebol, há museus, escolas, linhas de metro que estão encerradas.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.